Magazine do Xeque-Mate

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Fatiamento do fatiamento pra conciliar com as eleições? Depois não é um julgamento politico?

Xeque Marcelo Bancalero


Oras o que é isso??
No BBB do STF tem de tudo depois de  acusação sem provas, lavagem da lavagem, fatiamento e coisas absurdas pra tentar validar o invalidável o Joaquim nos apresenta...
Fatiamento do fatiamento!

Só se  for muito  abestado pra não  entender o que se passa!
A Folha de boca cheia postou a noticia que explica tudo, como que debochando de nós que sabemos o que está acontecendo com o julgamento politico da AP 470
O relator  fatiará o seu voto  conforme for preciso para que poucos dias antes da eleição.
Claro, por que  essa é a estratégia demotucanalha do PIG para tentar vencer o PT na mesma.
A população segue vendo o BBB do mensalão  na telinha do PIG, onde o protagonista presidenciável faz sua performance.
Isso é um absurdo!
Essa farsa tem que acabar! E é você cidadão que deve exercer sua cidadania em plenitude!
Você tem a força para mudar os rumos da AP 470 e salvar o Brasil desse golpe!


MENSALÃO - O JULGAMENTO
Julgamento de Dirceu deve coincidir com a semana das eleições
Ex-ministro da Casa Civil do governo Lula e os demais réus da cúpula do PT são acusados de corrupção ativa
A ideia inicial era que Barbosa lesse seu voto sobre os 23 réus do núcleo antes de passar palavra a Lewandowski

Gabriel de Paiva/Agência O Globo
Roberto Jefferson deixa hospital, no Rio, depois de tratamento de infecção intestinal
Roberto Jefferson deixa hospital, no Rio, depois de tratamento de infecção intestinal
DE BRASÍLIA
Uma mudança no sistema de votação do julgamento do mensalão pode jogar a análise da denúncia de corrupção ativa contra os réus da cúpula do PT, entre eles o ex-ministro José Dirceu (Casa Civil), para a semana que antecede o primeiro turno das eleições municipais.
O impacto do mensalão no desempenho dos candidatos petistas no pleito de 7 de outubro é motivo de preocupação da cúpula do partido.
Alegando cansaço, o relator Joaquim Barbosa pediu que o revisor do caso, Ricardo Lewandowski, comece seu voto sobre os réus do núcleo político acusados de corrupção passiva assim ele que concluir essa parte -o que deve ocorrer hoje.
Depois de Lewandowski, que deve levar duas sessões para tratar dessa fatia, os demais ministros começam a votar esse ponto da corrupção passiva.
A ideia inicial era que Barbosa lesse seu voto inteiro sobre os 23 réus desse núcleo, tanto os acusados de corrupção passiva quanto os acusados de corrupção ativa, já analisando a participação da cúpula do PT, antes de passar a palavra para o revisor.

License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido