Magazine do Xeque-Mate

sábado, 19 de outubro de 2013

Joaquim nem precisa ser candidato... Basta dizer que apoia, para a estratégia golpista dar certo!

Xeque - Marcelo Bancalero

E assim...
Completa-se o plano para barrar o Projeto Social do PT no Brasil!

Mesmo que Joaquim Barbosa, prefira manter-se no STF, até por que ele é narcisista demais para querer alguma coisa menor que seus sonhos, a presidência...

Mesmo assim, a simples proposta, já  fecha o círculo...
Ainda que o próprio JB tenha dito não gostar de nenhum candidato que se apresentou, isso ele disse antes das  articulações de Marina e Eduardo Campos.

Por isso eu digo que, mesmo não aceitando um cargo menor que a presidência, nada impede o super-exposto Joaquim, não oferece suas vantagens midiáticas (  a troco de alguns favores, como é de seu costume), falando pelos cotovelos em palestras, na telinha, com palavras bem colocadas em suas viagens,com finalidade de levar os seus possíveis eleitores, caso fosse candidato, a votar na chapa da direita maquiada do PSB.

Joaquim sabe que poderá usar qualquer ataque á sua pessoa, quando o famigerado gavetão expor suas mazelas como o Inquérito 2474  , utilizando uma frase conhecida por nós no bico de outro oportunista...
"Isso é trololó petista!
Tentando safar-se de seus erros, fazendo-se de vítima por apoiar a candidatura, creio eu, de Marina, com Campos como vice.
Podem aguardar!
A mídia já escolheu seu candidato!
O fato da Veja ter finalmente se posicionado publicando noticias do propinoduto tucano mostra isso...
E no final teremos todos os partidos oposicionistas praticamente unidos, como um gigante contra o Davi petista.
E ai de que lado você está?
Por isso comp@s...
Vamos focar PT!
peguem suas pedrinhas, suas atiradeiras e mirem bem para não errar o alvo...
Temos um gigante para abater!
Leia;


Eduardo Campos e Marina querem aliança com Joaquim Barbosa

Presidente do Supremo Tribunal Federal poderá ser convidado pelo PSB para deixar o Supremo Tribunal Federal e disputar o governo do Distrito Federal ou do Rio de Janeiro

brasil247.com 19 Outubro de 2013 - 10:07Joaquim Barbosa, president do STF

Joaquim Barbosa, president do STF
A conversão de um juiz num político é algo absolutamente inusitado em países civilizados e coloca sob suspeita não apenas as motivações de um magistrado, como suas próprias decisões. Afinal, um juiz se torna político apenas quando abandona a toga ou usa a magistratura, de forma demagógica, como trampolim para suas pretensões de poder?
No Brasil, o exemplo mais concreto dessa perigosa mistura atinge justamente o chefe do Poder Judiciário, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, que, recentemente, admitiu a hipótese de deixar a corte e iniciar uma  trajetória política
Atentos a essa ambição de Barbosa, Eduardo Campos e Marina Silva, do PSB e da Rede Sustentabilidade, já se movimentam para atraí-lo. É o que informa o jornalista Otávio Cabral, na coluna Holofote, de Veja. Leia abaixo:
Do tribunal às urnas?
Emissários de Eduardo Campos e Marina Silva vão procurar o presidente do Supremo Tribunal Federal para procurar o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, para saber se ele tem disposição de se filiar ao PSB para disputar o governo do Rio de Janeiro ou do Distrito Federal. A motivação para a consulta foi a declaração de Barbosa na semana passada de que não descarta trocar o Judiciário pela política. Como magistrado, ele pode entrar em um partido até o início de abril, seis meses antes do pleito.

Olha quantas pedrinhas temos aqui para derrubar esse gigante!


Por serem dados e fatos, são plenamente verificáveis. 

1. Passou o Patrimônio Líquido da Petrobras de meros R$ 34 bilhões em 2002 para R$ 345 bi em 2012.

2. PIBão de 2012 é de US$ 2.4 TRIlhões.
Mais de 5 x maior que o PIBinho de 2002 (US$ 452 bi)!

3. A média de lucro da Petrobras nos 10 anos do atual governo supera em 6 vezes a média de lucro do gov. FHC (R$ 25,8 bilhões/ano contra R$ 4,2 bilhões/ano).

4. O Brasil atingiu em 2012 o menor nível de desigualdade de sua história, apesar da crise na Europa, De acordo com a pesquisa "De volta ao País do Futuro" do Centro de Políticas Sociais da Fundação Getulio Vargas (CPS/FGV), o índice de Gini - que varia de 0 a 1, sendo menos desigual mais próximo de zero -, caiu 12,88% de 2001 (0,5957) a 2012 (0,5190).

5. BNDES:
Desembolsos em 2002: R$ 38 bilhões. Em 2012: R$ 156 bi. Em 2013: previstos R$ 190 bi.
Lucro em 2002: R$ 550 milhões. Em 2012: R$ 8,2 BIlhões (15 vezes maior!).

6. BB:
Lucro médio com FHC: (-) R$ 676 milhões/ano (yes: NEGATIVO).
No período 2003 a jun/2013 (P.T.), a média foi de poderosos R$ 8,2 bilhões/ano!

7. Taxa de juros das mais baixas da história!

8. Crédito mais amplo da história, tanto para pessoas físicas quanto para jurídicas!

9. Financiamento imobiliário a 8% a.a. com 30 anos de prazo!

10. Inflação em 2011: 6,50%. Em 2012: 5,84%. Baixou, portanto.
Em 2013: jan. 0,86%,fevereiro: 0,60%; março: 0,47%; abril: 0,55%, maio 0,37%, junho 0,26%, julho 0,03%, agosto 0,24% e setembro 0,35%.
Anualizando, temos 5,86%!

Inflação cai de maneira clara.

A inflação no governo FHC teve a média de 9,10% a.a. contra 5,85% a.a. de média dos 10 anos do governo PT.

11. O Brasil, em 2012, foi o quarto destino mundial em Investimento Estrangeiro Direto (IED), com US$ 65 bilhões!

12. Graças às medidas tomadas por Lula, que percebeu que o mundo derretia e deveria “turbinar” os mercado local, a crise de 2008/09, que levou o mundo num tsunami, foi uma marolinha por aqui. Ele instou os bancos federais a ampliar o crédito e baixar os juros,além de promover renúncia fiscal em setores chaves, multiplicadores de emprego. Lembrem-se que os economistas de sangue tucano, assim como os grandes bancos, recomendaram cercear o crédito, em nome da “responsabilidade diante da situação crítica mundial”! Fosse seguido tal conselho, a crise estouraria forte por aqui!

13. Dívida Pública Liquida é uma das menores do mundo (35% do PIB)! Era de 60% do PIB em 2002.

14. Leilão de petróleo em maio/2013 c/ recorde de captação (ágio de 2,8 vezes), expressiva participação estrangeira!

15. A Petrobras fez captação recorde de US$ 11 bi, 13/05/2013, com a procura excedendo a oferta em 309%! Altíssima participação de investidores estrangeiros: a alocação final teve a seguinte distribuição: Estados Unidos (73%), Europa (17%) e Ásia (7%).

16. Dobrou a produção automotiva.

17. Dobrou a safra agrícola.

18. Superávit primário. Sim, caiu 28% no primeiro semestre de 2013. Mas, mesmo assim, atingiu R$ 34 bilhões. Para comparar: de 1995 a 2002, a média anual foi de R$ 19 bilhões/ano. De 2003 a 2012, a média anual foi de R$ 94 bilhões/ano!

19. Até 2002 éramos "beggar" (pedintes) perante o mercado mundial. Hoje o Brasil é "player" (participantes).

20. Reservas internacionais em 2002: US$ 38 bi. Hoje US$ 373 bi!

21. Passamos de devedores a credores do FMI.

22. Balanço de Pagamentos (registra o total de dinheiro que entra e sai de um país, na forma de importações e exportações de produtos, serviços, capital financeiro, bem como transferências comerciais). Déficit de US$ 3 bi em 2013 (1° semestre). Mas, vejamos o histórico: Com FHC, média de (-) R$ 96 milhões/ano (negativo!). Com PT, média de poderosos R$ 40 BILHÕES/ano!

23. As agências de rating nos passaram de “default risk” p/ “investment grade”.

24. Passamos de 13ª para 6ª economia mundial.

25. FHC passou a ser corretor de imóveis visto que, segundo ele, “a renda fixa não está rendendo muito”. Até FH aproveita a onda de desenvolvimento criada pelo PT.

26. Falando em imóveis, junho/2013: Crédito imobiliário tem melhor semestre da história, com R$ 49,6 bilhões. A CAIXA, que domina esse mercado, tem índice de inadimplência de apenas 2,08%! Só perde para o BB (1,87%). Contra 3,7% do Bradesco, 4,2% do Itaú e 5,2% do Santander!

27. A taxa de desemprego caiu de 13% para 5,3%.

28. FHC, em 8 anos, criou 5,02 milhões de empregos (média de 627 mil/ano). PT criou 19,85 milhões empregos em 10,5 anos (média de poderosos 1,89 milhão/ano!).

29. Mais de 40 milhões saídos da pobreza (vieram para o mercado de consumo... todos agradecem).

30. O saldo da balança comercial nos 8 anos FH foi de média (-) US$ 1,22 bilhão/ano (Yes: negativo!). Com PT média de US$ 30,87 bi/ano (Yes: positivo).

31. Média das exportações com FH: US$ 42 bi/ano. Com PT US$ 164 bi/ano.

32. Recorde na captação de poupança: O ingresso líquido de recursos no semestre/2013 soma R$ 28,273 bilhões. Pelo 16º mês consecutivo, a caderneta de poupança registrou captação líquida de recursos.

33. Trouxemos a Copa e as Olimpíadas para o Brasil. Antes que comecem os muxoxos dos “contra a Copa” e “contra as Olimpíadas”, cabe lembrar que derrotamos concorrentes de peso. No caso das Olimpíadas, superamos a poderosa Chicago com lobby presencial de Obama e tudo!

34. Salário Mínimo em 2002: R$ 200,00 (equivalente a US$ 85).
Salário Mínimo em 2013: R$ 678,00 (equivalente a US$ 332).

35. Lula criou 14 universidades públicas. FHC zero!

36. PRIVATIZAÇÕES:

Venda da Vale (maio/1997): R$ 3,3 bi (ou US$ 3.1 bi).

Concessão (aluguel) de apenas 3 dos 66 aeroportos administrados pela Infraero (fev/2012): R$ 24,5 bi (ou US$ 14.2 bi). 

Do comp@ Mauricio Nardi Junior 


License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido