Magazine do Xeque-Mate

domingo, 29 de setembro de 2013

Veja como funcionava o fundo Visanet e entenda por que Raimundo Pereira colocou em Xeque, anos de jornalismo no programa Roda Viva, ao desafiar JB

Xeque - Marcelo Bancalero

Não vamos ficar parados esperando mais golpes!
Assim, depois de mostrarmos os Inquéritos 2474, 2245, desmistificarmos o Laudo 2828, dar respostas às mentiras de Joaquim Barbosa e expor o vídeo denúncia da Retrato do Brasil...
Agora, respondendo a amigos...
Explicamos mas sobre o fundo Visanet, para dissolver quaisquer dúvidas que ainda restem sobre a inocência de Henrique Pizzolato no tal do mensalão, que acaba por inocentar a todos, pois  exige anulação imediata deste julgamento mentiroso e político.
Leia a explicação;





O que está em “discussão” no julgamento da AP 470 é o dinheiro do Fundo Visanet disponibilizado ao Banco do Brasil para confecção de propagandas da marca Visa. Ou seja, não é o dinheiro do orçamento próprio do BB para marketing que está em discussão. Todos os documentos do BB que constam do processo (auditorias, pareceres jurídicos) são específicos e relativos ao dinheiro do Fundo Visanet. Raimundo Pereira, jornalista da revista Retrato do Brasil, sabe e entende perfeitamente isto:o quê pertence à Visanet e o quê pertence ao BB.
O levantamento feito por Raimundo Pereira, comprovando que as campanhas publicitárias (propagandas) feitas com o dinheiro de propriedade da Visanet foram efetivamente realizadas, fundamentou-se nos documentos apresentados pela dona do dinheiro - a Visanet. Convenhamos que era a Visanet, conforme determinava o regulamento do Fundo Visanet, a responsável por comprovar a correta utilização do dinheiro que pertencia a ela. De fato a Visanet o fez através de auditorias, de correspondência encaminhada ao BB e “prestação de contas” enviada a Receita Federal). O Banco do Brasil era responsável por comprovar a correta utilização do dinheiro que pertencia a ele referente ao dinheiro do orçamento próprio do BB que era utilizado em diversos produtos de interesse do banco. De fato ele o fez e, por sinal, foi avalisado por diversos órgãos fiscalizadores da administração pública: CGU – Controladoria Geral da União, TCU – Tribunal de Contas da União, CVM – Comissão de Valores Mobiliários, BC/Bacen – Banco Central do Brasil, RF – Receita Federal, além do Conselho Fiscal do Banco do Brasil e Auditorias Internas do BB.
Muitas ações de incentivo (propagandas) foram feitas utilizando parte do dinheiro da Visanet, parte do dinheiro próprio do BB. Estes valores (a parte que pertencia à Visanet e a parte que pertencia ao BB) eram identificados no planejamento das ações (propagandas), sabendo-se exatamente e concretamente para o quê estavam destinados.
Além da Visanet ter inventariado e compilado toda a documentação comprobatória da efetiva realização das campanhas, na prática, ou melhor, de fato, o próprio Banco do Brasil comprovou também que o dinheiro do Fundo Visanet foi corretamente utilizado. Além das auditorias, o Banco do Brasil encaminhou a Joaquim Barbosa (consta do processo!) mais de 40 volumes e apensos (semelhantes a pastas/arquivos com aproximadamente 300 páginas cada um) com notas fiscais, planilhas de acompanhamento de execução das propagandas (comprovação de veiculação em tvs, rádios, jornais), fotografias comprobatórias de propagandas em paradas de ônibus, relógios tempo/temperatura, banners, eventos culturais, esportivos, etc, etc. Tudo relativo aos eventos (propagandas) da marca Visa.
Joaquim Barbosa omitiu completamente esta documentação/comprovações de todos! Raimundo Pereira no programa “Roda Viva” colocou em “xeque” seus 45 anos de jornalista ao afirmar que não houve nenhum desvio de dinheiro, nem da Visanet, nem do Banco do Brasil.
Raimundo Pereira VIU esta documentação que Joaquim Barbosa OMITIU!





A resposta a essa questão está na própria revista que tem como título: A PROVA DO ERRO DO STF. Nessa edição foi disponibilizado a relação de todos os eventos realizados e TODOS eles são os da verba da Visanet, até pq na verba exclusiva de propriedade do BB NADA foi detectado e nem denunciado na AP 470, simples assim.


Aqui você pode ver as demais revistas da Retrato do Brasil
E aqui uma lição importante em 6 aulas http://www.megacidadania.com.br/category/aulas/

License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido