Magazine do Xeque-Mate

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

O PT deve explicar, mas o Banco do Brasil e o STF muito mais!

Xeque - Marcelo Bancalero

Posso até concordar que o PT  tenha que explicar...
Mas  não sem voltar a cobrar  explicações do Banco do Brasil!
E depois  destas explicações, com certeza o povo vai cobrar explicações da dupla dinâmica Joaquim Barbosa e Gurgel, por todos os busos cometidos no STF desde os "arranjos" que  permitiram a AP 470 a seguir adiante, como aos "fatiamentos" e outras sandices no decorrer do processo.
Um julgamento politico à basa de ilações e tendo  no meio dos que  se dizem representantes da justiça, rabos presos, bandidos togados!
O PT  deve explicar, mas o Banco do Brasil e o STF muito mais!
Haja explicação para darem!
Se você não  quer ser feito de trouxa...
Compartilhe!
Cobre também!

Obs: Não esqueça de clicar nas  palavras  com link para  saber mais!



SAFATLE TEM RAZÃO: 
O PT TEM QUE EXPLICAR

No julgamento do mensalão, apenas o Ministro Lewandowski teve a ousadia de mencionar – duas vezes – o nome do imaculado banqueiro.
Na pág. 2 da Folha (*), Vladimir Safatle publica importante artigo para exigir que o PT faça uma “autocrítica severa”.

“Não é aceitável o PT agir como se (o julgamento do mensalão) fosse simplesmente um complô urdido contra a esquerda”.

Safatle critica o PT por ter usado “os mesmos expedientes de sempre” em benefício da “construção da governabilidade”.

E recomenda, como no brilhante artigo na Carta Especial, “um aprofundamento da participação popular” para recuperar, por exemplo, o “orçamento participativo”.

O Conversa Afiada concorda: o PT deve um livro para explicar o que fez.

Se não foi mensalão, o que foi ?

Se foi Caixa Dois, por que recorreu ao Caixa Dois ?

O que vai fazer para que não se repita ?

Vai lutar pela reforma política do Henrique Fontana ?

Pelo financiamento público das campanhas eleitorais ?

Mas, em nome do registro histórico, cabe lembrar que o Delúbio Soares, desde a CPI dos Correios, “assumiu” !

Ela admitiu, sim, que, como Tesoureiro, tinha recorrido a recursos fora da contabilidade oficial para honrar compromissos de campanha.

Outra coisa, completamente diferente, é condenar o José Dirceu e o Genoíno por crimes que não cometeram – nem crimes de Caixa Dois nem de mensalidades a parlamentares..

E falsificar uma teoria de “domínio do fato”, que, como diz o Kakay, com a ampliação do seu alcance, de fato, faltou domínio à teoria.

Ou, como diz esse Conversa Afiada, pegaram a teoria de um jurista alemão muito sério e aplicaram-lhe um turbante da Carmen Miranda.

E Safatle condena Genoíno por assumir a cadeira de deputado a que tem direito.

Genoíno tem o direito, ainda, de recorrer até que sua pena seja modificada.

Genoíno foi condenado porque era presidente do PT e só.

Conversa Afiada, porém, sugere ao Safatle adicionar ao seu conjunto de apreensões, quando se debruçar na janela do (árido e excelente !) “Grande Hotel Abismo”, o papel do banqueiro Daniel Dantas em tudo isso.

Marcos Valério não é Marcos Valério.

Marcos Valério é um dos braços das múltiplas atividades imaculadas de Daniel Dantas.

E sobre isso o PT, breve, também, terá de se pronunciar.

Na CPI, o Delúbio se referia a contatos com o “Dr. Carlinhos”, que de Dr. não tem nada: é o Carlinhos Rodemburgo, coringa das imaculadas atividades do banqueiro igualmente imaculado.

No julgamento do mensalão, apenas o Ministro Lewandowski teve a ousadia de mencionar – duas vezes – o nome do imaculado banqueiro.

E, ali ao lado, Gilmar Dantas (**)…

É inevitável que o PT dê outras explicações além do que fez o Delúbio.

Porque, sobre o conglomerado Marcos Valério-imaculado banqueiro-tucanos, Amaury Ribeiro Jr já contou tudo.

Sobre Marcos Valério e os tucanos de Minas, a reportagem de Mauricio Dias e Leandro Fortes, na Carta Capital –“Juiz ? Não ! Réu”, sobre Gilmar e Fernando Henrique – inevitavelmente, um dia, entrará na agenda do Presidente Barbosa.

Mas, não basta explicar.

É recomendável assumir politicamente a responsabilidade pelo que fez.

E mudar a política.

E explicar por que.

Os tucanos não precisam fazer isso.

Eles são impunes.

Até agora.


Paulo Henrique Amorim


(*) Folha é um jornal que não se deve deixar a avó ler, porque publica palavrões. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Daniel Dantas DEPOIS de condenado e pergunta o que ele achou da investigação; da “ditabranda”; da ficha falsa da Dilma; que veste FHC com o manto de “bom caráter”, porque, depois de 18 anos, reconheceu um filho; que matou o Tuma e depois o ressuscitou; e que é o que é,  porque o dono é o que é; nos anos militares, a  Folha emprestava carros de reportagem aos torturadores.

(**) Clique aqui para ver como eminente colonista do Globo se referiu a Ele. E aqui para ver como outra eminente colonista da GloboNews e da CBN se refere a Ele. E não é que o Noblat insiste em chamar Gilmar Mendes de Gilmar Dantas ? Aí, já não é ato falho: é perseguição, mesmo. Isso dá processo…

License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido