Magazine do Xeque-Mate

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Bomba! STF começa a perceber que fez caquinha? Áudio de vídeos importantes são sabotados para esconder verdades sobre a AP 470 (o "tal do mensalão")

Xeque - Marcelo Bancalero

STF começa a perceber que fez caquinha?
A Justiça com medo do que permitiu?

Depois do excelente artigo do blog Megacidadania, (Vejam AQUI) onde o editor,meu amigo Alexandre, uniu descobertas do Inquérito 2474,com um vídeo postado pela jornalista Conceição Lemes do blog VIOMUNDO... Procurei correr para baixar ovídeo ecolocá-loem meu canal,antes que o STF desse fim nele,como o fez com outros... Como aquele onde a ministra Rosa Weber diz com todas as letras...  Não tenho prova cabal contra Dirceu – mas vou condená-lo porque a literatura jurídica me permite

Pois não é que não deu tempo!
Tanto o vídeo que o Megacidadania postou, quanto um outro, do programa Síntese que falava dos mesmos recursos negados foram sabotados!
O vídeo desta vez não foi retirado do canal do STF...
Mas o áudio foi modificado, com clara finalidade de que não se ouça o que foi dito na sessão!
Assistam e comprovem a sabotagem...


Pleno - Negado recurso de réus do mensalão

Enviado em 13/05/2011
Na sessão do dia 12 de maio de 2011, o Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) indeferiu recurso de três acusados na Ação Penal (AP) 470 -- o chamado processo do mensalão -- contra decisão do relator, que negou o acesso aos autos do Inquérito 2474, em tramitação na Corte, e também o pedido de informações sobre como atuavam outras instituições financeiras na época dos fatos investigados na ação penal. Veja o julgamento.






Síntese - Recursos na Ação Penal do mensalão (3/3)

Enviado em 13/09/2010
Acompanhe nesta edição do programa Síntese uma análise jurídica dos destaques da sessão plenária do Supremo Tribunal Federal (STF) do dia 9 de setembro de 2010. Na ocasião, os ministros analisaram três recursos de réus na Ação Penal (AP) 470, do mensalão, todos tratando da oitiva de testemunhas. O Plenário negou recurso interposto pela defesa do ex-diretor de marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato (10º agravo regimental) e acolheu embargos de declaração de Kátia Rabelo e José Roberto Salgado, executivos do Banco Rural, apenas para prestar esclarecimentos. A análise do recurso interposto pelo ex-deputado federal paranaense José Janene (9º agravo regimental) foi interrompida por um pedido de vista do ministro Gilmar Mendes. Na mesma sessão, o STF decidiu que a Ação Penal (AP) 420, que investiga a realização de empréstimos fraudulentos realizados pelo banco BMG ao Partido dos Trabalhadores (PT) e ao grupo de empresas pertencentes ao publicitário Marcos Valério, continuará a tramitar na Corte com seus 11 réus.  







Veja mais verdades sobre o "tal do mensalão" nas Play Lists

Henrique Pizzolato
https://www.youtube.com/playlist?list=PLH-dNwzOGeCEYYcac0n23A7P6ZBMDQi06
Mensalão sem edição do PIG
https://www.youtube.com/playlist?list=PLH-dNwzOGeCGat1TLZSHrTBRWbOfV_C_H

License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido