Magazine do Xeque-Mate

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Explicado por que Joaquim Barbosa precisava de banheiros suntuosos... Recebia R$ 414 mil somente como auxílio alimentação!

Xeque - Marcelo Bancalero

Bom...
Pra quem faz suas necessidades em banheiros milionários...
Dá pra entender por que o ministro Joaquim Barbosa recebeu  R$ 414 mil do Ministério Público Federal (do qual fazia parte antes de integrar a Suprema Corte) a título de “auxílio alimentação”.

Tem que comer bem, pra sentar em tronos de ouro!
Depois cagar na Constituição e vomitar impropérios! 
Leia mais;


 
 

Ministro Joaquim Barbosa também já recebeu o “auxílio-alimentação”

E-mailImprimirPDF

joaqui_alimenta____oNo caso do ministro Joaquim, ele não cometeu nenhuma ilegalidade ao recebê-la. Mas ao fazê-lo “virou notícia” porque a própria mídia o alçou à condição de “ministro diferente”

Essa “Parcela Autônoma de Equivalência” teve sua legalidade reconhecida pelo próprio STF

Idolatrado por setores da mídia como um homem correto, sério, sem defeitos, e acima de qualquer suspeita, o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, recebeu R$ 414 mil do Ministério Público Federal (do qual fazia parte antes de integrar a Suprema Corte) a título de “auxílio alimentação”.

Essa “Parcela Autônoma de Equivalência” teve sua legalidade reconhecida pelo próprio STF, à época do presidente Nélson Jobim, para todos os membros de poderes que têm direito a duodécimo.

Ela já foi ou está sendo paga a todos os membros do Tribunal de Justiça e do Ministério Público de Pernambuco com base em decisões do STF, do STJ e do Conselho Nacional de Justiça.

No caso do ministro Joaquim, ele não cometeu nenhuma ilegalidade ao recebê-la. Mas ao fazê-lo “virou notícia” porque a própria mídia o alçou à condição de “ministro diferente”, estando inclusive dando-lhe corda para que se candidate a presidente da República em 2014.

License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido