Magazine do Xeque-Mate

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Convite a todos - Lançamento CD “No tempo em que os bichos falavam...” Artista: Glauter Barros


CD “No tempo em que os bichos falavam...”

Artista:  Glauter Barros

Release: O contador de histórias (e também jornalista, ator e palhaço) Glauter Barros, nascido em Angra dos Reis/RJ, reuniu neste CD algumas histórias e contos populares onde os personagens principais são os bichos. São 09 faixas onde os ouvintes se divertirão com as peripécias do Macaco, da Onça, do Caranguejo, da Tartaruga, do Papagaio... Este trabalho comemora seus 15 anos “nas estradas” das contações de histórias e tem as participações especiais de vários amigos e amigas, como Benita Prieto, Bia Bedran, Jujuba & Ana Nogueira (Grupo Cantos do Rio), Mateus Simões de Barros e Zé Bocca.
Ficha técnica:

- Direção Artística / Produção Fonográfica: Glauter Barros e Jujuba

- Direção Musical: Jujuba

- Arranjos: Anderson Mudesto e Jujuba

- Teclados, mixagem e masterização: Anderson Mudesto.

- Revisão de textos: Rosine Barros

- Foto (capa): Rosemberg Franco

- Programação Visual: Eduardo Flores

- Participações no CD: Benita Prieto, Bia Bedran, Jujuba & Ana Nogueira (Grupo Cantos do Rio), Mateus Simões de Barros, Zé Bocca

Apoio:

Cenário - Festas Infantis / Cultura Angra / AngraLab / Armazen Angra / Paygon Eventos / Plug Cinza Studio / Instituto Conta Brasil / Aletria Instituto Cultural / ...

Glauter “aumenta uns pontos”:  Comecei a contar histórias "oficialmente" a partir da oficina que fiz na antiga livraria Kronstadt, no Beco da Arte, em Angra. O professor foi Tonico, do Rio de Janeiro, ex-integrante do grupo Tagarela. A partir dessa oficina, criamos o primeiro grupo de contadores de histórias de Angra dos Reis, o Grupo Tororomba. Apresentávamo-nos no asilo, escolas municipais, igrejas, clube de mães... Com o término do grupo (cada um seguiu seu destino, alguns mudando de cidade...), resolvi continuar "sozinho" - apesar de nunca estarmos sós nas histórias e na vida. Peguei uma mala antiga, que tinha sido de meu pai, coloquei meus apetrechos, um banquinho e fui às ruas contar histórias para crianças ou adultos. Uma boa história, e bem contada, "fisga" qualquer pessoa, independente da idade.

Desde 2005 - por intermédio da Secretaria Municipal de Ação Social - conto histórias nos equipamentos dessa secretaria, nas brinquedotecas dos CRAS, no Centro de Atenção à População de Rua, no Asilo São Vicente de Paulo, nos Núcleos da Terceira Idade, na Pestalozzi, dentre outros espaços.

Participo constantemente de eventos relacionados a esta arte milenar que é a contação (ou narração) de histórias. E percebi a necessidade de mais trocas! Criamos, então, um trabalho onde outras trocas pudessem acontecer: a oficina “Contar e Criar Histórias”, direcionada à formação de contadores, professores, arte-educadores, mães, pais, trabalhadores de bibliotecas e espaços culturais etc. Já fui à Barra Mansa, Rio de Janeiro, Paraty, Mangaratiba (RJ), Fortaleza/CE, São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto, Votorantim (SP), Bento Gonçalves/RS, Belo Horizonte, Além Paraíba, Ouro Preto (MG), seja contando histórias ou ministrando a oficina. Nesses encontros é que se amplia e se fortalece a “teia de relações” da vida.

Ah! Não posso deixar de mencionar que toda essa “história” tem uma origem bem mais remota na minha vida: começou com os deliciosos momentos como ouvinte das histórias que minha avó Lavina contava para mim e minha irmã Rosine, quando éramos crianças.


O que: CD “No tempo em que os bichos falavam...” Artista:  Glauter Barros
Quando: Dia 20 de maio, 16h.
Onde: Auditório Municipal Francisco Beranger – Votorantim- SP
Quanto: Grátis.
Informações: (15) 3243-5814/ (15) 9128-9300.






License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido