Magazine do Xeque-Mate

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Ode aos ministros do STF - Mande seu Email aos mistros do supremo

Xeque - Marcelo Bancalero

Repito aqui o que já fiz  há alguns meses atrás...
E junto ao Email um poema, uma ode...
Quem sabe a sutileza da poesia desarme os corações e  possam adentrar onde meras palavras não podem alcançar.

Ode aos ministros do STF



A nação brasileira tem sede de justiça e a quer saciar
Isso é notório, nas ruas em que ela se faz manifestar
Só o que pedimos é o que se espera de vocês 
Que a justiça verdadeira seja feita custe o que custar

Não pedimos que fechem os olhos para a corrupção
Nem que se favoreça a algum dos réus em questão
O que pedimos  encarecidamente a todos vocês
Que a justiça verdadeira seja feita custe o que custar

Não queremos ser culpados pela condenação
De gente inocente envolvida no "tal do mensalão"
Direito a ampla defesa é o que nós pedimos a vocês
Que a justiça verdadeira seja feita custe o que custar

Leiam os embargos, analisem com responsabilidade
Não deixem escapar nenhum dos indícios da verdade
Quem cometeu algum crime, que pague pelo que fez
Que a justiça verdadeira seja feita custe o que custar

Não permitam que esta nação carregue na consciência
A prisão de nenhum que possa ter resquícios da inocência
Existem dúvidas? Ficaram sem respostas alguns porquês?
Que a justiça verdadeira seja feita custe o que custar

Dessa maneira a dignidade deste supremo tribunal
Permanecerá digna, isenta de praticar algum mal
Mas para isso, clamamos a cada um de vocês
Que a justiça verdadeira seja feita custe o que custar

Marcelo Bancalero

Por estas coisas pedimos que se permita um olhar mais responsável aos embargos declaratórios de Henrique Pizzolato.
Não seria nada demais permitir a ampla defesa a este réu, visto que juristas, intelectuais, jornalistas renomados, pessoas de bem tem mostrado na internet e revistas de grande relevância no âmbito nacional, que existem erros na sua condenação.

O que se pede, não é que se favoreça a este réu, mas que o supremo, possa ao verificar estes erros que são amplamente divulgados, possam ser sanados, ou ao menos que se dê explicações de tantas contradições.

A população não pode carregar na consciência o peso da condenação de réus que possam ser inocentes, apenas para fingir satisfazer sua sede legítima de justiça...

Pedimos encarecidamente, que os ministros destes supremo, a mais alta corte do país, não permitam que a dignidade desta seja manchada.

Aceitem os embargos de Henrique Pizzolato e  retifiquem os erros que existem.

Entendemos o peso sob os ombros de vocês da pressão popular devido à grande exposição sensacionalista da "grande mídia". Mas não é aceitável a nenhum dos que tem a responsabilidade de  executar a justiça, deixar de o fazer, com medo de pressões sejam elas populares, midiáticas ou de quaisquer outras fontes.

Os documentos que temos publicado na internet, são da própria AP 470...
As contra-provas que alegam a inocência certa de ao menos um dos réus, já indicam que  foram cometidos erros que clamam pela anulação deste julgamento e o início imediato de outro nos moldes esperados da justiça.

Se cada um dos ministros agir da maneira que a justiça pede, será inevitável olhar para os embargos de Pizzolato e as provas  que a cada dia aparecem de sua inocência, de maneira mais honrosa e digna.
Assim, depois de  sanados os erros...
Poderemos enfim  dizer que podemos confiar na justiça de nosso país!

Envio esta mensagem aos ministros do STF
Faça a sua e envie também...

Celso de Mello  -- gabcob@stf.jus.br
Ministra Cármen Lúcia  - anavt@stf.gov.br audienciacarmen@stf.jus.br
Ministro Ricardo Lewandowsk - gabinete-lewandowski@stf.jus.br  
Ministra Rosa Weber  -  audiencias-minrosaweber@stf.jus.br 



Ministro Antonio Dias Toffoli  -  gabmtoffoli@stf.jus.br
 Ministro Luiz Fux  -   gabineteluizfux@stf.jus.br
Ministro Gilmar Mendes  - mgilmar@stf.jus.br  audienciasgilmarmendes@stf.jus.br
Ministro Marco Aurélio  -  marcoaurelio@stf.jus.br marcosp@stf.jus.br
Ministro Joaquim Barbosa  - gabminjoaquim@stf.jus.br ou mjbarbosa@stf.jus.br
Ministros Luís Roberto Barroso

CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA: cnj@cnj.gov.br

Obs: Falta-me o Email do Ministro  Teori Zavascki
Quem  tiver favor clocar nos comentários.


License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

SHARE THIS

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido