Magazine do Xeque-Mate

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Médico diz... "Eu deixo morrer... jurei salvar vidas e não vermes..." Se faz isso no público, o que não faz no privado?

Xeque - Marcelo Bancalero

Sem comentários...
Esse artigo eu apenas copio e nem  mexo na imagem...
Um verdadeiro absurdo esses babacas  fazendo uso da liberdade que foi a duras penas conquistada, para falar o que quer, da maneira que quer...
Cansei...
Leia;

 "Eu deixo morrer... jurei salvar vidas e não vermes..." 

do FB da Maria Frô
Eu printei as imagens porque eu não consigo parar de rir e porque as pessoas com sanidade mental em dia precisam ver o nível da patetice dos ~médicos~ inimigos da saúde pública no Brasil que estão se manifestando no Facebook. 
Fizemos uma entrevista com Alexandre Padilha logo no começo da gestão. Óbvio, somos blogueiros, de esquerda e sim queremos saúde pública de qualidade e Padilha sabe que não tem moleza conosco. Fomos incisivos, Fátima Oliveira, por exemplo, quase sai no braço com o ministro. 
Daí ‪#‎coxinhasdejaleco‬ patéticos pegam uma foto (ô Alexandre Cardoso tem foto minha entrevistando o presidente Lula também, pega lá para vc compor a sua tese do golpe comunista 2014!) (pausa para parar de rir) Mas o que é mesmo impressionante além da babaquice do sujeito são os comentários de seus iguais, Gente!!!! Achava que esses seres só existiam em paródia, mas eles tem certeza que médicos cubanos são guerrilheiros vindo para o golpe comunista de 2014 e ameaçam todos aqueles que acham que a corporação de ofício reacionária de jaleco contra o‪#‎MaisMedicos‬ é formada de o que realmente são: sujeitos privilegiados, xenófobos, que não querem atender a população brasileira em regiões afastadas dos grandes centros e não querem mexer em sua reserva de mercado. Em síntese, querem que a saúde pública se foda!


Comentário do Blog: 
Médicos e não médicos, coxinhas ou não, reaças ou não,  tem todo o direito (e o dever! posto que a sociedade investiu um caminhão de dinheiro em sua formação, mesmo aqueles que não se formaram em escolas públicas) de ter e omitir sua opinião.

Aliás, a sociedade precisa disso. O contraditório é saudável e é necessário...

Fazer o debate - e aceitar o contraditório - em uma sociedade que foi forjada e moldada dentro do binômio Casa Grande/Senzala, não é tarefa fácil. Os filhotes dos senhores do engenho (assim como os filhotes da senzala que ascenderam na vida e viraram senhores de engenho) não tem o hábito de ver as suas posições contestadas...

Daí, partir para ameaças e grosserias é um passo.

Dói muito para mim, um médico com 35 anos de profissão, com pós graduação, mestrado e tudo o mais, que fez a opção de vida de atuar no setor público (como soldado raso mesmo, sem 'cargo de confiança'), ver gente que tem a mesma profissão (não são 'colegas') adotar este tipo de postura, usando de suas prerrogativas profissionais para ameaçar aqueles que pensam diferente...

Se fazem isto em público... nem quero pensar do que serão capazes no privado.

Cabe até denúncia ao CFM. Só pra ver como é que o órgão vai se colocar.


License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido