Magazine do Xeque-Mate

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Vereador Faraó the Flash ignora programa Pró-Mulher de Votorantim e pede convênio com projeto de Sorocaba

1º Xeque - Marcelo Bancalero


Não sei mais o que fazer com "certo" elemento de nossa politica em Votorantim.

O  não tão nobre vereador "The Flash", cujo novo apelido ganhou depois dar um "tiro no pé" ao  sujar nossa cidade com um jornal jogada nas casas e nas rus, onde pelo menos mostrou tantas obras feitas pelo nosso prefeito Pivetta. E assim,  prova que a administração do PT com o grupo politico aliado é um sucesso! Porém, no fatídico jornal, nosso The Flash e eterno Faraó assume como se fosse dele todas as obras e que fez  absurdos e improváveis  43 mil atendimentos. O que uma nota no jornal Cruzeiro do Sul, com cálculos mostrou que nosso onipotente vereador deve ter se enganado. Como pode se ver abaixo;




The Flash
Notícia publicada na edição de 22/05/2012 do Jornal Cruzeiro do Sul, na página 3 do caderno A -

O vereador de Votorantim, Fernando Oliveira de Souza (DEM), distribuiu nesta semana nas casas da cidade um jornal de prestação de contas de seus dois mandatos. De acordo com ele, seu gabinete fez em mais de 7 anos mais de 43 mil atendimentos. Com estes dados, esta coluna fez os cálculos e chegou a números surpreendentes. Foram mais de 6142 atendimentos por ano, 511 por mês, 17 por dia e quase dois por hora (1,8) - levando em conta o horário de atendimento na Câmara de Votorantim, das 8h às 17h.

39% da população

Devido ao número de habitantes Votorantim, 108.809, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o gabinete do nobre edil atendeu 39,5% do total da população da cidade. Vale lembrar que estamos vivendo um período pré-eleitoral e a população deve ficar atenta.



2º Xeque - Marcelo Bancalero

Continuando a  falar do nosso famigerado vereador.
O rapaz, nesta segunda feira  na Sessão da Câmara, fez um requerimento pedindo um convênio com um programa à favor das mulheres vítimas de violência de Sorocaba, ignorando o programa já existente aqui na cidade, o Pró Mulher. Ao ser lembrado pela vereadora Marilene Newman da existência deste programa que tem sido eficiente na cidade, o menino ingênuo, ainda tentou  debater dizendo que o de Sorocaba é melhor.
Oras, nós temos sido exemplo para Sorocaba em muitas coisas, como pode se ver AQUI .
O senhor  Faráo the Flash deve ter deixado passar o requerimento desta obra. Estranho ele não se dizer "pai" de mais esta criança, já que assumiu em seu  jornal a paternidade de todas as obras da administração do prefeito Pivetta. Logo ele que nunca trouxe verba de seus pares , deputados de seu partido para nada na cidade.
Ele deveria ao invés de produzir jornais com falsidades para sujar a cidade, ler alguns de respeito, até mesmo Blogs, (nem precisa ser o meu rs), mas nos Blos do Programa  Justiça Cidadã , no Guia Votorantim ou Blog Notícias de Votorantim, ele poderia saber que o Pró-Mulher é um sucesso!
Como veremos nas matérias dos mesmos abaixo;


Violência contra a mulher debatida no Justiça Cidadã



Na noite desta terça-feira (25),o programa Justiça Cidadã debateu a Violência contra a Mulher.

Sob o comando do apresentador, Delegado Pupin, o programa contou com a participação de Aline Titotto e Ivete Freitas, presidente e coordenadora do Pró Mulher de Votorantim, respectivamente.
O programa teve início com um vídeo depoimento de Maria da Penha Maia Fernandes, farmacêutica, que foi espancada de forma brutal e violenta diariamente pelo marido durante seis anos de casamento e que, no ano de 1983, por duas vezes, quase foi assassinada pelo mesmo, quando levou um tiro que a deixou paraplégica. Após essa tentativa de homicídio, ela tomou coragem e o denunciou. O marido de Maria da Penha só foi punido depois de 19 anos de julgamento e ficou apenas dois anos em regime fechado, o que chamou a atenção das autoridades ligadas ao assunto e levou ao surgimento da Lei Maria da Penha, criada com o objetivo de impedir que os homens agridam mulheres e que as mesmas tenham seus direitos de mulher protegidos. Além de penas mais severas para os agressores.
Em Votorantim, o Pró-Mulher é uma entidade que trabalha na causa, desenvolvendo ações de orientação, oferecendo abrigo e apresentando soluções para as mulheres que convivem com essa triste realidade. “O trabalho do Pró-Mulher tem ajudado mulheres que sofrem agressões dos companheiros, foram atendidos 16 casos no ano de 2010 em Votorantim”, disse a coordenadora Ivete.
Muitos telespectadores participaram do programa, enviando perguntas sobre como denunciar casos de violência contra a mulher e foram orientados pelas integrantes da entidade. “Nossa orientação é que a mulher agredida nos procure, através dos telefones 180 ou 3243-8686 e relate o que vem ocorrendo. Ela também pode procurar uma Delegacia da Mulher. O ponto principal é buscar ajuda o mais rápido possível e não deixar que o pior venha a acontecer”, explicou.
O programa Justiça Cidadã é transmitido toda terça-feira, ao vivo, das 20h30 às 21h30, pela TV Votorantim (Canal 10 Supermídia) e também via internet pelos siteshttp://www.tvjusticacidada.com.br e http://www.tvvotorantim.com.br

License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido