Magazine do Xeque-Mate

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Homenagem a MARIO LAGO pelos 10 anos de sua MORTE

Xeque - Marcelo Bancalero
Depois de ter tido a chance de como primeiro ocupante da cadeira de nº32 da AVLAH - Academia Votorantinense de Letras, Artes e História, escolher o Patrono desta cadeira. Não poderia deixar passar em branco o aniversário da morte deste que escolhi como Patrono, Mario Lago
Cuja existência foi ligada a militância política aguerrida,  à produção de textos maravilhosos, vida artística e familiar que tanto fez-me lembrar dos meus próprio caminhos como comentei em meu discurso de posse na diplomação Veja AQUI

MARIO LAGO

















Militante aguerrido, doava-se sem pesar, decidido na busca de justiça para o povo
Assim, começava este brasileiro sua lida, sendo preso, mas gozando de uma liberdade que lhe era inerente 
Rescrevia  sua história, a deixando tatuada na do próprio país que amou, em rastros das areias do tempo
 Impressionando com sua arte que fluía de sua alma em versos que traziam nas linhas e entrelinhas
O recado que o povo precisava ouvir, tanto para os conscientizar como para os divertir


Leio em seus versos muitas vezes, algumas linhas que descrevem minha história
Ainda que se façam 10 anos de sua partida, que perdemos sua presença física entre nós
Garantia temos de sua eternidade, nos versos eternizados que fazem parte do Brasil
O grande Ator, Politico, Músico, e tantos outros Mários que foi, continua entre nós!


Marcelo Bancalero




Mário Lago (1911-2002) não era um artista qualquer. Para onde quer que atirasse, o carioca acertava o alvo. Se formou em direito, mas teve sucesso mesmo como compositor, poeta, dramaturgo, escritor (teve 12 livros publicados), ativista e ator em todas as mídias – rádio, televisão, cinema e até fotonovela. A morte do artista completa 10 anos nesta quarta-feira (30) sem dar sinais de que seu legado irá arrefecer.

License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido