Free Website DirectoryMiriBlack Web Directory Xeque-Mate- Notícias

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

De Irmã para "irmã" - Carta aberta a Marina Silva

Xeque - Marcelo Bancalero

É exatamente disso que eu sempre falo... 
Nada melhor para desconstruir um falso testemunho, do que a palavra de alguém com a mesma fé, e muito mais visão.
Como já disse aqui (  http://goo.gl/NB2Tl7 ), na verdade representa um outros interesses (  http://goo.gl/iLxYAI ), que são nocivos ao crescimento e fortalecimento de nossa nação( http://goo.gl/Pjocv6 ).
Não podemos nem deixar de  supor, que exista algo de podre por trás da morte de Eduardo Campos, ( http://goo.gl/7tqB4b ), e não são poucas estas noticias ( http://goo.gl/Fg7fUs ),  visto o forte interesse dos  EUA em derrubar o PT... 
O medo do Tio Sam é devido à força que nosso país ganha com a consolidação da aliança no Brics ( http://goo.gl/D57LCB )

Por essas e tantas outras...
Acreditamos que Marina ou não compreende a manipulação de si mesma, ou o verde que ela gosta agora é outro (  http://goo.gl/ASvA3B )
Leia mais verdades sobre Marina Silva ( http://goo.gl/7mWAuI )
E dispa-se de preconceitos para ler a carta aberta da Irmã Ester Neves, para "irmã" Marina Silva...
E faça-a chegar a seus contatos evangélicos o quanto antes...

Carta aberta à Marina Silva

Prezada Marina, que Deus conceda-lhe discernimento e sabedoria!

Primeiramente, quero me apresentar: Sou Ester Neves, EVANGÉLICA, nasci na cidade de Santarém-Pa, em 1949, portanto 65 anos de experiência de vida.

O RISCO-MARINA NÃO É ECONÔMICO. É POLÍTICO! O PT seria espancado se pregasse o cesarismo anunciado por Beto Albuquerque.

Xeque - Marcelo Bancalero

Importante demais esse artigo da Teresa Cruvinel.
É necessário que  população saia dessa anestesia midiática que impede que se enxergue o que existe por trás de um possível governo Marina Silva.
Leia o artigo;

O RISCO-MARINA NÃO É ECONÔMICO. É POLÍTICO.

01/09/2014 

por Tereza Cruvinel

O PT seria espancado se pregasse o cesarismo anunciado por Beto Albuquerque.


Embora não tenha sido bem clara sobre a natureza de suas preocupações com propostas do programa de governo de Marina Silva, a presidente Dilma indicou que seus temores são relacionados com a economia: a instabilidade, a desindustrialização, a quebra da matriz energética e derivados.
Relativamente à economia, Marina já ajoelhou e beijou a cruz para o mercado. Vem dizendo o que o setor financeiro, a indústria e até o agronegócio querem ouvir, contrariando o próprio discurso recente. Já se comprometeu com o tripé câmbio livre-metas de nflação-superavit, prometeu o BC independente. O risco maior do governo de uma candidata que na prática não tem partido político, está alojada em uma sigla de baixa densidade e expressão e vem se revelando avessa às coalizões, num presidencialismo que não pode prescindir delas, é fundamentalmente político.
Como destaca o Brasil247, o vice de Marina, deputado Beto Albuquerque, fez ontem as declarações mais graves de toda a campanha eleitoral. Se Lula, Dilma ou qualquer candidato petista pregasse algo parecido com o que disse o vice de Marina Silva, Beto Albuquerque, estariam sendo espancados verbalmente e chamados de “populistas”, “chavistas”, “bolivarianistas” e outros “istas” que podem ser resumidos pela categoria “cesarista”: governante que, como os césares de Roma, dispensa a mediação dos partidos e das instituições e procura se entender diretamente com o povo.
Se a “nova política” que Marina e PSB pregam descambar para a “anti-política” anunciada ontem por Beto, estamos feitos: “Depois de eleger Marina, temos de ir para as ruas e dar a ela a cobertura para que possa exigir do Congresso as mudanças necessárias ao país”, disse o companheiro de chapa. Todos os governantes que tentaram peitar o Congresso, desde a monarquia parlamentar de Dom Pedro, deram-se mal. Exceto os ditadores: Vargas no Estado Novo e os militares no pós-64. Washington Luís foi varrido pela Revolução de 30, Jânio renunciou e não voltou, Collor levou o impeachment. Jango, sem maioria parlamentar, foi “tolerado” até o momento em que, no comício da Central, em 13 de março, apelou ao povo para que o ajudasse a aprovar as reformas pressionando o Congresso. Veio o golpe.
A coalizão que apoia Marina, composta basicamente por PSB e PPS, hoje tem 30 deputados: 24 do PSB e seis do PPS. Se as duas bancadas dobrarem de tamanho no pleito do dia 5, pela força do efeito-Marina, serão 60. Ah, “mas eu vou governar com os melhores de cada partido”, tem dito ela, falando especificamente em “melhores do PT e do PSDB”. Indivíduos não formam coalizões nem garantem maiorias. Para chegar aos 257 deputados na Câmara, sem o quê ninguém governa, ela teria que recorrer ao que chama de velha política: fazer alianças, compartilhar o poder, ceder cargos e negociar as políticas a serem votadas. Estará Marina disposta a isso? Beto informa que preferem apelar às ruas para dobrar o Congresso.
O PSDB bem sabe o que significa a falta de estrutura e base política para governar. Mesmo sabendo que ganharia a eleição de 1994 com a força do Real, Fernando Henrique tratou de firmar aliança com o PFL. Estava certo, o PFL foi importante para a sua governabilidade. Agora, boa parte dos tucanos “marinam” discretamente acreditando que o governa lhes cairia no colo. Ainda assim, o PSDB hoje é um partido de 44 deputados. Se dobrar a bancada, uma coligação PSB-PPS-PSDB ainda estará longe da maioria. Os outros teriam que ser coagidos pelas ruas.
Afora o Congresso, a estabilidade política exige capacidade de negociar também com os diferentes segmentos da sociedade civil: empresários, sindicatos, corporações etc. Marina tem dito que quer “ouvir”. Sua mecenas Neca Setúbal diz que ela difere de Dilma porque ouve. Ouvir é uma coisa, negociar e conciliar é outra. Na hora dos confrontos de força e interesse, ela cederá ou chamará o povo?
“Perco o pescoço mas não perco o juízo”, disse Marina quando trombou definitivamente com o Governo Lula, recusando-se a flexibilizar posições do Ministério do Meio Ambiente em relação às licenças para acelerar as obras de construção das hidrelétricas da Amazônia, fundamentais para aumentar a oferta de energia.


Se na Presidência ela repetir e praticar este bordão, estará mesmo arriscando o pescoço. Mas não será só o dela. Será o nosso, o da democracia que os brasileiros vêm construindo, com todos os vícios e virtudes de nosso sistema político, que precisa mesmo de reformas, mas dentro da normalidade institucional, pela via da negociação. Um presidente que sai forte das ruas deve aproveitar o momento em que transpira força e legitimidade para conduzi-la. Fernando Henrique, Lula e Dilma perderam o “timing”, a lua de mel passou, não deram prioridade à reforma política. Depois já era tarde. Mas o que Beto Albuquerque anuncia é outra coisa. É o cesarismo, com qualquer nome contemporâneo que se queira lhe dar.

Marina: A empreiteira da demolição

Xeque- Marcelo Bancalero

Eu já disse que não me preocupo com a marolinha Marina Silva, ( http://goo.gl/cVNXXL )...
Mas o problema é convencer a população despolitizada e manipulada pela grande mídia, de que a mudança que Marina sugere em seu discurso, é uma roubada!
Leiam para compreender o artigo;

A empreiteira da demolição 


Há quase vinte anos, escrevi um livro sobre Controle de Opinião Pública.
Estudei, então, por conta própria – não é assunto que possa interessar a quem financia pesquisas acadêmicas –, por quase 300 páginas, os processos utilizados para conduzir povos como boiadas, dispensando, se possível, os relhos.
Os mecanismos eram já sofisticados, e ficaram mais ainda. 
A globalização, planejada na década de 1970, no quadro da crise do petróleo, na esteira do sepultamento do padrão ouro e quando se evidenciava o ocaso da União Soviética, contava muito com esses instrumentos.
Quantias enormes foram liberadas pela renúncia fiscal nos países ricos para sustentar campanhas de opinião transnacionais focadas em temas edificantes que excluíssem a luta de classes, base das análises marxistas da sociedade: pela defesa do meio ambiente; promoção de etnias e comportamentos ditos minoritários (mesmo onde são maioria); igualdade entre os sexos com a incorporação definitiva da mulher ao mercado de trabalho; atividades caritativas em geral.
Além de incorporar ou cooptar os segmentos treinados para a liderança que seriam liberados pela falência dos ideais revolucionários, a estrutura assim organizada pôde instrumentalizar-se para vários empreendimentos, da exploração de recursos preservados (como, agora, o xisto betuminoso nos Estados Unidos) até a preservação de recursos para a exploração futura (na Antártida, no Ártico, na Amazônia, no fundo dos oceanos). Seu potencial como desagregador de alianças opositoras jamais foi desprezado.
Desenvolveu-se a engenharia social. Ela constrói versões para os fatos; se eles não existem, fabrica; se não há figurantes, inventa.
Tudo aí é suspeito. Dos desastres de avião às pesquisas de opinião, índices das bolsas e números da estatística. Principalmente os atores.
No momento, aqui, dentre os que comandam o espetáculo, os interesses variam.
Para uns, está em jogo o espólio dos bancos estatais – BNDES, Banco do Brasil, Caixa.
Para outros, conter a concorrência da agropecuária no mercado mundial.
Para terceiros, isolar China, Rússia e Índia, únicos empecilhos reais ao império mundial.
Para quartos, o pré-sal.
Há ainda coadjuvantes com causas particulares: diferenciais de salários, garantia de clientes, mercado, lucros...
Agora é Marina. Como, antes, Collor. Ou, antes, Jânio. Melhor seriam peças cambiáveis e institucionalmente seguras, como um Bush que se troca por um Obama ou um Sarkozi que se substitui por um Hollande.
O que ela pretende fazer, pouco importa; não fará. Mas pode desfazer muita coisa: é para isso que serve.
  - Fonte: Professor Nilson Lage

domingo, 31 de agosto de 2014

Marina, a candidata acima do bem e do mal

Xeque - Marcelo Bancalero:



 "Candidata do PSB "não está acima do bem e do mal", comenta jornalista; "Precisa, por exemplo, dar explicações sobre a propriedade do jato que caiu e ocasionou a morte de Eduardo Campos. É necessário saber como ele entrava nas contas eleitorais do PSB", defende Kennedy Alencar; segundo ele, "como candidata do partido e proponente de uma 'nova política', Marina não pode tratar o assunto de forma obscura"
http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/151230/Kennedy-'Marina-e-PSB-têm-de-se-explicar-sobre-jato'.htmhttp://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/151230/Kennedy-'Marina-e-PSB-têm-de-se-explicar-sobre-jato'.htm"



'via Blog this'

Marina caixa 2,caixa 2 ,caixa 2...

(189) Marcelo Bancalero:

 "O avião que Eduardo Campos utilizava, e também o jatinho de Marina, não estão justificados no TSE, logo se consubstanciam em Caixa 2.
Precisa mais explicação?
http://tijolaco.com.br/blog/?p=20550
http://tijolaco.com.br/blog/?p=20470"



'via Blog this'

#GolpeBaixo "irmã" Marina!

Xeque - Marcelo Bancalero:



 "#GOLPEBAIXO
Como evangélico digo de novo sem medo de errar...
Marina Silva não representa a igreja evangélica! http://goo.gl/V7USxp )
Principalmente com os rumos que vem tomando sua campanha!
Tem de tudo! Caixa 2 sem explicação ( http://goo.gl/MybG9B ) ,tem apoios no mínimo misteriosos ( http://goo.gl/jXy4Wa ) , ( http://goo.gl/HMcGNo ), e agora isso?
Tem gente achando que vai pegar carona na história do partido.
Vídeo FRAUDULENTO coloca o Lula apoiando Marina Silva.
Quando na verdade o vídeo original fala do apoio de Lula à nossa querida representante do povo goiano ao senado federal Marina Sant'Anna.
Quanta baixaria hein Marina ...
Veja o vídeo original que foi manipulado pela "irmã" Marina Silva https://www.youtube.com/watch?v=4dE0FTrk7sc
By Compartilhe13

E assista também este vídeo incrível sobre o tema https://www.facebook.com/marcelo.bancalero/posts/700493769999990 "



'via Blog this'

BOICOTE GLOBAL AO PT

Xeque- Marcelo Bancalero:

"Deu na Folha que o Tribunal Regional Eleitoral paulista determinou que a Globo registre, diariamente, as atividades do candidato petista ao Governo do Estado. Até agora, a Globo só publicava uma vez por semana a agenda de Padilha, sob o argumento de decidiu só dar cobertura aos candidatos que atingissem 6% nas pesquisas.
Por isso, só tinham reportagens diárias Geraldo Alckmin (PSDB) e Paulo Skaf (PMDB).

http://tijolaco.com.br/blog/?p=20546F"



'via Blog this'

Pre´-sal não interessa a Marina... Então saúde e educação também não!

xeque - Marcelo Bancalero: "
#Marina ao desprezar o Pré-sal esquece que existe uma previsão de cerca de R$ 370 bilhões para a Educação e R$ 123 bilhões para a saúde. Desse jeito vamos ter que dar razão ao outro candidato #Amadores #Irresponsáveis #BlaBlaRina.
by Compartilhe13 curta e divulgue essa página!"



'via Blog this'

A velha politica

Xeque - Marcelo Bancalero:




O deputado Márcio França (PSB-SP), indicado pelo partido para coordenar o novo comitê financeiro da candidatura de Marina Silva, suspendeu o veto da ex-senadora e de Bazileu Margarido, seu representante nas finanças da campanha, sobre origem de doações; "Não tem problema algum, se a doação for legal. Pode vir dinheiro da indústria de armas, de bebidas, do que for", disse ele; declaração demonstra que os "sonháticos" são cada vez mais pragmáticos; tanto ou mais do que os representantes da chamada velha política

http://goo.gl/4th6JE

by Compartilhe13 curta e divulgue essa página!



'via Blog this'

E o pré-sal Marina?

Xeque - Marcelo Bancalero: "Marina diz que vai parar com exploração do pré-sal!
Não foi preciso nem que a diretora da Chevron, Patrícia Pradal, fosse pedir, como fez com José Serra, em 2010.
Marina Silva, espontaneamente, anunciou que vai deixar o petróleo do pré-sal lá embaixo, bem enterradinho, para que, um dia, os gringos venham tirar
http://tijolaco.com.br/blog/?p=20579."



'via Blog this'

Quem vai mandar no Banco Central com Marina?

Xeque - Marcelo Bancalero:

Marina Silva prega a independência do Banco Central do governo, a candidata Luciana Genro diz bem o que isso significa. –
Abrir mão do governo decidir questões econômicas, financeiras do país, emprego, salário, emissão de moeda, aumento de reservas, de juros e entrega-los ao comando de banqueiros como do Itaú que estão na coordenação de campanha de Marina.

 https://www.facebook.com/video.php?v=617410481707609 "



'via Blog this'

Marina cara de pau!

Xeque - Marcelo Bancalero

: "Marina cara de pau!
"

TORAS DE MOGNO!



MARIDO DE MARINA SILVA FOI DENUNCIADO PELO DEPUTADO ALDO REBELO POR CONTRABANDO DE MADEIRA AVALIADA EM R$ 8 MILHÕES! Na foto Marina aparece com o seu marido Fábio Vaz de Lima.

Veja tudo aqui: http://bit.ly/1oVnAXp
Vídeo aqui https://www.youtube.com/watch?v=TPsQiQA1WNY



'via Blog this'

E ai Marina? Vai pra que lado?

Xeque -Marcelo Bancalero:

 "E ai Marina?"

Menos de 24 horas depois de divulgar seu programa de governo, que contemplava a defesa dos direitos do público LGBT, Marina Silva volta atrás e solta nota para explicar que não era bem assim; o motivo foi a reação irada de Silas Malafaia, evangélico como Marina, que disse que o programa da candidata do PSB conseguia ser "pior do que o de PT e PSDB"; "O texto do capítulo “LGBT”, do eixo “Cidadania e Identidades”, do Programa de Governo da Coligação Unidos pelo Brasil, que chegou ao conhecimento do público até o momento, infelizmente, não retrata com fidelidade os resultados do processo de discussão sobre o tema durante as etapas de formulação do plano de governo", diz a nota divulgada por Marina

http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/151837/Pressionada-por-Malafaia-Marina-recua-na-causa-gay.htm


'via Blog this'

O que os candidatos a presidente fizeram nos últimos 4 anos?

Xeque - Marcelo Bancalero: "Nas próximas semanas os eleitores vão escolher quem vai gerenciar a nação.
O que os candidatos para esse cargo fizeram nos últimos 4 anos?

Vejamos.

Aécio Neves, nos últimos 4 anos foi senador por Minas Gerais e além de ser um dos mais faltosos e ter aprovado poucos projetos, usou seu mandato como plataforma eleitoral para as eleições deste ano. Inclusive, confessou ter usado o aeroporto que construiu com dinheiro público na fazenda do seu tio, quando era governador de Minas Gerais.

Marina Silva, nos últimos 4 anos se dedicou a criar seu partido, a Rede Sustentabilidade. Mas pelo visto não se dedicou tanto assim: pois mesmo com anos de projeto não conseguiu reunir assinaturas válidas suficientes para a fundação e inconformada, levou o tema até o TSE.

E Dilma Rousseff?
Dilma Rousseff nos último 4 anos cumpriu seu primeiro mandato de Presidenta da República, onde enfrentou uma das mais sérias crises econômicas mundiais, mantendo a inflação dentro da meta e sem prejudicar conquistas históricas: como o crescimento do salário mínimo e o menor índice de desemprego da história do Brasil.
Além disso, aprofundou os programas sociais do Governo Lula, criou e implementou novos projetos em todos os âmbitos do seu governo. Por tudo isso, se apresenta como a candidata preferida pelos eleitores.

É importante avaliar antes de votar.
O Brasil não pode retroceder e nem dar um salto no escuro.

Leia mais aqui:
http://pocos10.com.br/?p=11953
http://g1.globo.com/politica/noticia/2013/10/por-6-1-tse-barra-partido-de-marina-silva-nas-eleicoes-de-2014.html

Curta Seja Dita Verdade"



'via Blog this'

Biografia Completa de Alexandre Padilha

Xeque - Marcelo Bancalero:

Um veio do povo pra mudar o Brasil... O outro, vem pra mudar São Paulo

Assista a biografia completa de Alexandre Padilha 

#VemPadilhaComigo

Somos Padilha 

https://www.youtube.com/watch?v=dYHFh8Kd4SM&list=UUZniA6bFG_gWG6E1LZF_WDQ





'via Blog this'

#DilmaNaOnda

Xeque- Marcelo Bancalero:



"
#BomDilma Para Todos Brasileiros
Não se preocupem com Marina surfando na marolinha(http://goo.gl/wUYlXS) criada por pesquisas feitas com público específico ( http://goo.gl/T3b6Zi ) e análises de economia que precisam criar novas palavras como a tal da "recessão técnica", para tentar parar o crescimento do Brasil...
A história apenas se repete, e no final, veremos o que já assistimos em 2002,2006 e 2010...
A onda vermelha engolindo essas marolinhas e quem se aventurou a surfá-las.
O Brasil vai bem...
E queremos que continue assim!
#DilmaNaOnda"



'via Blog this'

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Bomba! Pesquisa ultra manipulada com resultado programado dá asas a Marina Silva

Xeque - Marcelo Bancalero

Uma interessante análise investigativa do resultado das últimas pesquisas para presidente, mostra claramente que existiu sim, manipulações nos dados que deram asas à Marina Silva.
A dica é do comp@ Gilvan Curvelo;




"Marcelo, analise de um companheiro super investigativo, o Antonio Filho Santos";

Pesquisa ultra manipulada com resultado programado.

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Bomba! Marina vai parar na Justiça Eleitoral por falsificar vídeo com imagem de Lula


 "
#GOLPEBAIXO
Como evangélico digo de novo sem medo de errar...
Marina Silva não representa a igreja evangélica!( http://goo.gl/V7USxp )
Principalmente com os rumos que vem tomando sua campanha!
Tem de tudo! Caixa 2 sem explicação ( http://goo.gl/MybG9B ) ,tem apoios no mínimo misteriosos ( http://goo.gl/jXy4Wa ) , ( http://goo.gl/HMcGNo ), e agora isso?
Tem gente achando que vai pegar carona na história do partido.
Vídeo FRAUDULENTO coloca o Lula apoiando Marina Silva.
Quando na verdade o vídeo original fala do apoio de Lula à nossa querida representante do povo goiano ao senado federal Marina Sant'Anna.
Quanta baixaria hein Marina ...
Veja o vídeo original que foi manipulado pela "irmã" Marina Silva https://www.youtube.com/watch?v=4dE0FTrk7sc
By Compartilhe13 



E assista também este vídeo incrível sobre o tema 

Marineiros fraudam vídeo de Lula que o mesmo fez a candidata ao Senado Marina Sant'Anna (PT-GO) em apoio em sua candidatura e dizem que Lula está apoiando Marina Silva, a briga está parando agora na Justiça Eleitoral. 
Dica by Plantão Brasil


https://www.facebook.com/marcelo.bancalero/posts/700493769999990
"


'via Blog this'



Atenção!
As informações abaixo são muito importantes se você quer ajudar a manter o Brasil no rumo certo!
Curta, compartilhe as páginas abaixo;
Muda Mais
Dilma Rousseff
               Compartilhe13

                     Quero + Brasil 

Somos Padilha
                                                       


                                                                    

                                                                                              Xeque-Mate 1    Xeque Mate 2
Assista aos vídeos dos importantes Canais You Tube Quero+BrasilPolitica in Natura para Apoliticos Somos PadilhaXeque-Mate-Noticias Mundo VirtualE não se esqueça de inscrever-se nos  Canais!
E por favor!
Meus dias estão contados aqui...
Sem condições financeiras, em breve estarei fora da internet!
Preciso de sua ajuda para continuar meu trabalho pois +Quero Mais Brasil
Se como eu você diz aos seus seguidores Quero + Brasil um Brasil de Verdade e Em 2014 Sou Mais Dilmais com postes de Lula pelo Brasil ajude-nos a continuar nossa luta!
Você pode fazer isso com deposito para Marcelo Bancalero Conta CAIXA ECONÔMICA ag. 2196 operação 023 c/c 00004488-3 — com Marcelo Xeque Mate Bancalero.
ou pelo Pag Seguro UOL em pode usar o link do Pag Seguro clicando no botão Doar com Pag Seguro na coluna à direita no blog

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Janet Yellen dá mais um adeus ao monetarismo. No Brasil, a inflação volta a zerar no IPC-S.

Xeque- Marcelo Bancalero



E agora Bonner?


Explica isso!



Janet Yellen dá mais um adeus ao monetarismo. No Brasil, a inflação volta a zerar no IPC-S.

Os mercados sobem aliviados, depois de um pregão nervoso na sexta feira. O IBOVESPA que caiu quase 1% na sexta sobe 1,33%. O S&P500 chegou a superar os 2.000 pontos na parte da manhã. O mercado andou analisando a fala de Janet Yellen na Conferência de Jackson Hole melhorando hoje as primeiras impressões tiradas na sexta feira.

O tema da Conferência anual foi a situação do mercado de trabalho. Diversos formuladores de políticas e pesquisadores expuseram seus estudos a respeito da Grande Recessão  e seus reflexos sobre o mercado de trabalho. Hoje é o assunto prioritário para os bancos centrais já que, apesar de todos os estímulos, os trabalhadores ainda estão participando menos da produção em seus países do que estavam antes de 2008. Yellen é especialista nesse setor e se destacou como pesquisadora keynesiana (ela foi professora da Universidade de Berkeley) desconstruindo um dos corolários do saber convencional do laissez faire, segundo o qual o desemprego é resultado da recusa dos trabalhadores em aceitar reduções em seus salários. Se os trabalhadores não aceitam reduções, os empresários são obrigados a demiti-los ou, se estão desempregados, eles preferem ficar em casa do que trabalhar aos salários vigentes. Yellen desenvolveu a “teoria dos salários eficiência”, segundo a qual empresas investem na formação de seus empregados, têm preocupações estratégicas em evitar que eles corram para os concorrentes e, por conta disso, evitam desemprega-los ao primeiro sinal de crise. Elas têm como primeira preocupação manter a eficiência de seus trabalhadores e não simplesmente obter salários menores. Se isso é verdade, a rigidez dos salários (eles não caírem em termos nominais nas crises) está explicada. Agora, em meio à discussão sobre a manutenção do estoque de moeda super-inflado (resultado do Quantitative Easing) e sobre os juros baixos, há uma divisão clara entre aqueles que dizem que a economia americana já se recuperou e os estímulos devem ser retirados por conta dos riscos inflacionários e há os que ainda acreditam que a economia não se recuperou porque, apesar dos dados fortes de produção, contratações e vendas, o mercado de trabalha ainda está fraco. E essa discussão é crucial: quando o FED começar a retirar os estímulos, reduzindo a oferta de moeda e subindo os juros básicos, os  preços dos ativos devem cair fortemente. Os ativos são as bolsas globais, os títulos de tenda fixa, as dívidas de países e empresas estrangeiras e os mercados de moedas. Tudo mudará na economia global
.
Acontece que Yellen não apresentou um documento trivial ao debate, dizendo sim ou não ao fim dos estímulos. Como era de se esperar dessa pesquisadora profissional, seu trabalho foi profundo e cheio de perguntas a serem respondidas. Os estudiosos lutam  para descobrir se as reduções vistas das ofertas e na qualidade de vagas de trabalho estão relacionadas à crise de 2008 (fatores cíclicos) ou se são uma tendência de mudança das economias (fatores estruturais). Os primeiros são mitigados pela continuidade do atual programa de estímulo; já os segundos mudam o jogo, podendo, inclusive, obrigar a autoridade monetária a antecipar o ciclo de alta dos juros. Em um documento de dezesseis páginas e que se refere a pelo menos mais 25 artigos acadêmicos de peso, Yellen se furta à tão esperada resposta: se os juros sobem logo ou não. O mais provável é que a política monetária tenha se distanciado definitivamente, ao menos nos EUA, da tagarelice monetarista que nos diz que os bancos centrais devem seguir regras explícitas e numéricas, deixando de lado o que chamam de discricionariedade. O Brasil tem um modelo desse tipo, o Sistema de Metas de Inflação.  Ela apenas é enfática ao dizer que o mercado de trabalho opera longe, muito longe, do que considera boas medidas de pleno emprego. E se minha interpretação está correta, podemos esperar duas coisas: primeiro, a maioria do FOMC, liderada por ela, se esforçará por manter a política monetária frouxa por um bom tempo; segundo, a falta de um “número mágico” para o mercado interpretar as ações futuras da autoridade monetária poderá (e com certeza o fará) aumentar a volatilidade dos mercados nos próximos meses.

Foi interessante notar que o FED se exercita para se retirar do programa de estímulos, com sua economia mais vigorosa, ao mesmo tempo em que os presidentes do Banco Central Europeu e do Banco do Japão procuram se justificar pela falta de estímulos que levou suas economias ao afundamento e que agora, para alegrar os mercados, estão prometendo novos programas de estímulos. A Alemanha, artífice do afundamento europeu por conta dos programas de austeridade, está vendo sua própria economia derreter. Hoje o instituto de pesquisas CESifo Munich apresentou seu índice de “Clima de Negócios” e ele está mergulhando, refletindo a queda da confiança empresarial na economia do país. Nada disso é novidade. 

Veja o gráfico:




As expectativas (em tom laranja) estão caindo absurdamente como resposta à queda dos preços, das vendas e dos indicadores antecedentes da indústria.

No Brasil, a Fundação Getúlio Vargas anunciou o que vem a ser a vigésima queda semanal do IPC-S. São setenta dias de queda da inflação ao consumidor: Veja os gráficos mensal e semanal do índice:




Todos os componentes indicaram  queda e o índice chegou ao zero. Veja a tabela de seus componentes:




Esse indicador, assim como o IPC Fipe, o IPCA-15 do IBGE e os IGP´s, indicam que a política monetária teve sucesso: a permanência da divulgação de índices muito baixos por tantas semanas,com manutenção dos acumulados em doze meses ainda muito altos, mostram que o choque primário de alimentos e energia foi absorvido pela economia sem que a inflação sofresse um choque secundário. A alta dos preços de energia residencial e industrial ocorreram nesse mês, conforme demonstrado no “post” de 19 de agosto (http://pepasilveira.blogspot.com.br/2014/08/entenda-o-peso-da-energia-na-inflacao-e.html ). O mundo não se acabou e a inflação, como tenho insistido, é página virada.

O desafio agora é saber ler os futuros passos do FED a partir das próximas comunicações. Por enquanto, os juros ficam no zero por mais e mais tempo.


Atenção!
As informações abaixo são muito importantes se você quer ajudar a manter o Brasil no rumo certo!
Curta, compartilhe as páginas abaixo;
Muda Mais
Dilma Rousseff
               Compartilhe13

                     Quero + Brasil 

Somos Padilha
                                                       


                                                                    

                                                                                              Xeque-Mate 1    Xeque Mate 2
Assista aos vídeos dos importantes Canais You Tube Quero+BrasilPolitica in Natura para Apoliticos Somos PadilhaXeque-Mate-Noticias Mundo VirtualE não se esqueça de inscrever-se nos  Canais!
E por favor!
Meus dias estão contados aqui...
Sem condições financeiras, em breve estarei fora da internet!
Preciso de sua ajuda para continuar meu trabalho pois +Quero Mais Brasil
Se como eu você diz aos seus seguidores Quero + Brasil um Brasil de Verdade e Em 2014 Sou Mais Dilmais com postes de Lula pelo Brasil ajude-nos a continuar nossa luta!
Você pode fazer isso com deposito para Marcelo Bancalero Conta CAIXA ECONÔMICA ag. 2196 operação 023 c/c 00004488-3 — com Marcelo Xeque Mate Bancalero.
ou pelo Pag Seguro UOL em pode usar o link do Pag Seguro clicando no botão Doar com Pag Seguro na coluna à direita no blog 

Parceiro do Blog - NOSSA BANCA

Parceiro do Blog -  NOSSA BANCA
Endereço da NOSSA BANCA - O endereço é Segundo Lopes Carmona, 347 - Centro - Votorantim - SP Ao lado do Malucho Supermercados

License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

SHARE THIS

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido