Magazine do Xeque-Mate

sexta-feira, 8 de março de 2013

Pra nenhuma mulher esquecer nesse dia! O herói sem nenhum caráter Joaquim Barbosa!

Xeque Marcelo Bancalero

Pra lembrar das mulheres que sofrem nas mãos de homens truculentos!
A lei Maria da Penha corre o risco de se perder com esse presidente do STF!


O cara trata mal seus pares no magistrado,trata mal a imprensa, condena inocentes sem provas, e bate em mulher!

Belo Super Herói!


Abaixo o excelente texto do Blog do amigo Miguel Baia Bargas , indicação do presidente do PT de Votorantim, Ismael Nunes

Bater em mulher é covardia: Quando Joaquim Barbosa não era herói da mídia



O ex-ministro Eros Grau lembrou no STF que Joaquim Barbosa bateu na mulher.
Via Brasilianas, publicado em 23/8/2008
Briga de ministros do STF bate recorde de acessos na ConJur
O bate-boca e a troca de ofensas entre os ministros do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa e Eros Grau, foi a notícia mais lida da semana na revista Consultor Jurídico. Desde que foi publicado no dia 15 de agosto, o texto teve 6.288 acessos, aponta mediação do Google Analytics. Os ministros se estranharam depois de Eros libertar Humberto Braz, braço direito do banqueiro Daniel Dantas.
Preocupado com a opinião pública, o ministro Joaquim Barbosa censurou seu colega: “Como é que você solta um cidadão que apareceu no Jornal Nacional oferecendo suborno?”, perguntou Joaquim. Eros respondeu que não havia julgado a ação penal, mas se havia fundamento para manter prisão preventiva. Joaquim retrucou dizendo que “a decisão foi contra o povo brasileiro”.
Em outro round, depois que Joaquim Barbosa deu habeas corpus para garantir a Daniel Dantas o direito de não se auto-incriminar em uma Comissão Parlamentar de Inquérito, Eros, em tom de gozação, comentou que esse HC repercutira mais que o dele. Joaquim, enfurecido, quase chegou às vias de fato com o colega.
Joaquim só não agrediu Eros porque foi contido. Ele chamou o colega de velho caquético, colocou sua competência em questão, disse que ele escreve mal “e tem a cara-de-pau de querer entrar na Academia Brasileira de Letras”. Eros retrucou lembrando decisões constrangedoras de Joaquim Barbosa que a Corte teve de corrigir e que ele nem encontrava mais clima entre os colegas. O clima azedou a ponto de se resgatar o desconfortável boletim de ocorrência feito pela então mulher de Barbosa, tempos atrás:“Para quem batia na mulher, não seria nada estranho que batesse em um velho também”, afirmou.
Depois da confusão, Joaquim Barbosa não voltou ao tribunal e o chá da tarde nunca foi tão caloroso.

in http://novobloglimpinhoecheiroso.wordpress.com/2012/10/14/bater-em-mulher-e-covardia-quando-joaquim-barbosa-nao-era-heroi-da-midia/

License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido