Magazine do Xeque-Mate

segunda-feira, 8 de junho de 2015

#DemocratizaçãoDaMídiaJá - Imprensa Fomenta o Pessimismo abala o mercado e destrói o próprio país


Xeque - Marcelo Bancalero

A dica do comp@ Moacir Bertucci em minha linha do tempo é de relevância importantíssima.
Se trata de um Meme  postado pela Deputada Margarida Salomão do PT. Com um comentário pertinente, onde se mostra como a imprensa fomenta o pessimismo na população.
Mas não se trata de um comentário vazio, sem fundamentos...
Pelo contrário, foi feito baseado em pesquisa do próprio IBOPE
Mas essa coisa de criar pessimismo na população, o próprio povo pode constatar, basta relembrar o que se falava na época da copa. http://goo.gl/pbXniq
A pesquisa do IBOPE, claro, se tratando de um Instituto de Pesquisa que já sabemos, muitas vezes ter manipulado informações para prejudicar o PT, trás várias questões, também numa tentativa subliminar de manipular a informação. Porém, como se trata de matemática, nem tudo eles conseguem  intervir...
O ponto cego da pesquisa, onde eles não puderam mexer nos dados é o que mostra os seguinte;
"Dados do IBOPE - Imprensa – Os veículos de comunicação podem ter alguma influência no sentimento de pessimismo dos brasileiros: 41% acham que a imprensa mostra uma situação econômica mais negativa do que o próprio entrevistado percebe no seu dia a dia, contra 28% que discordam dessa posição. "  
Vejam bem que o próprio IBOPE diz; "Os veículos de comunicação podem ter ALGUMA influência..." Isso nesta pesquisa que segundo o instituto;
Sobre a pesquisa 
A pesquisa foi realizada entre os dias 14 e 18 de maio de 2015. Foram ouvidas 2.002 pessoas de 16 anos ou mais, em 141 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. 

 Agora vejamos uma outra pesquisa do mesmo Instituto feita entre 12 de outubro e 6 de novembro de 2013, onde ele diz que;
Dados do IBOPE - "Segundo a pesquisa, 89% da população tem o hábito de se informar sobre o que acontece no Brasil pela televisão, o que torna a TV o meio de comunicação mais utilizado para a busca de informações sobre o país."
Pois bem...
Vamos lá então!
Se o próprio IBOPE sabia que 89% da população se informa pela TV...
E a TV aberta pertence a 6 famílias, (apesar da Rede Globo ser uma concessão), onde todos  são claramente contra o governo PT.
Bom...
Dizer que "pode ter alguma influência..." Já não cabe na questão não é mesmo?
É claro que tem influência sim!
E isso torna mais grave o dolo do crime que essa  imprensa irresponsável faz com o próprio país!
Por que se só influência-se a população, já seria um mal de grande peso...
Mas a influência atinge os ânimos do mercado. Numa tentativa fútil de tentar dar "ares de verdade" às suas mentiras.
A questão  é muito importante e não pode ser desprezada, como se isso fosse apenas uma "teoria da conspiração", onde  não passasse de  intrigas  de uma militância contra a mídia.
Se você parar um minutinho para refletir, vera que tem sentido o que eu e muitos outros blogueiros dizem...
Preste atenção nos jornais  regionais... Principalmente  nas pequenas cidades do interior. Geralmente estes jornais, falam do cotidiano da cidade onde estão, deixam as noticias de ordem nacional, para os jornais principais da emissora. Mas já faz algum tempo, tenho notado, principalmente aqui  na região de Sorocaba, o emissora da filiada da Globo aqui é a TV TEM, aquela que o J.Havilla, aquele mesmo que foi preso,  é dono em sociedade com os filhos do dono da Rede Globo. Pois bem, agora eles se especializaram em falar de economia nacional, inflação, praticando o mesmo terrorismo midiático que a Rede Globo pratica em todos os seus telejornais. 
Já nos jornais das cidades grandes, onde o PT administra, a ordem do sr. Ali Baba Kamel, é que se trabalhe em função de prejudicar ao máximo as administrações da cidade. Um exemplo disso pode ver aqui, com o que se faz com o prefeito Haddad em São Paulo. Onde este precisa decidir se segue seu roteiro na administração da cidade, ou o que a Globo lhe dita com suas reportagens . Relembre aqui http://goo.gl/4Fd6wV.
Como eu disse no início do ano, a Rede Globo sabe que seu império corre riscos de se perder. A grande Babilônia esta prestes a cair. E vai jogar tudo o que tem para derrubar o próprio país, se for preciso, para tentar impedir  essa queda eminente. Relembre aqui http://goo.gl/NWziO5
Não é uma questão fácil a regulamentação da mídia, mas é um problema crucial se o governo quer liberdade para continuar construindo este novo Brasil... 
Estudo mostra que 70% dos brasileiros querem a regulamentação da mídia leia aqui http://goo.gl/4PGCs8
É preciso sim mexer no vespeiro  dessa máfia midiática!
Por conta do que eles fazem, propagando suas falácias, perdi amigos, perdi até familiáres que deixaram de me acompanhar, por que acreditam nas mentiras que estes espalham como esgoto em suas casas, e não compreendem por que eu insisto em defender meu partido.
Eu até compreendo a atitude destes que me criticam e abandonam, pois  se acreditam em todas estas asneiras que mídia lhes oferta, torna-se praticamente  impossível acreditarem nas verdades que eu tento lhes mostrar..
Bom, deixarei agora que sigam as palavras da deputada Margarida Salomão e um artigo pra nunca mais esquecer de 2013 de um grande jornalista, o amigo Luis Nassif;



IMPRENSA FOMENTA PESSIMISMO



IMPRENSA FOMENTA PESSIMISMO
Pesquisa do IBOPE Media aponta que praticamente a metade da população brasileira está pessimista com relação ao futuro do país. O interessante é que a maioria dos entrevistados desconhece os índices de inflação e desemprego e, quando citam, boa parte menciona números maiores.


Entretanto, 41% dos entrevistados acham que a imprensa mostra uma situação econômica pior do que percebe no seu dia a dia contra 28% que discordam dessa posição.

Logo, a imprensa fomenta o pessimismo, mas já não tem tanta credibilidade, porque o povo começa a perceber a manipulação da mídia.




O pessimismo militante da velha mídia

Dia desses conversava com o executivo de um grande grupo europeu, que  não se conformava com o clima de pessimismo que via em meios empresariais brasileiros, como resultado da cobertura da velha mídia do eixo Rio-São Paulo. Comparava com Portugal e Espanha, desmanchando-se, com a União Europeia, estagnada, com os desastres na Irlanda e na Grécia. Aí, voltava-se para o Brasil com o mercado de consumo aquecido, o desemprego em níveis mínimos históricos, o investimento privado direcionando-se para os leilões de concessão. E me dizia que o Brasil era um país muito louco.
***
Há muitas críticas à condução da política econômica e vulnerabilidades que precisarão ser enfrentadas – especialmente o desequilíbrio nas contas externas. Mas nada que nem de longe se pareça com o quadro pintado nos grandes veículos. Aumentos de meio ponto percentual ao ano nos índices inflacionários são tratados como prenúncio de hiperinflação; acomodamento das vendas do varejo, em níveis elevados, como prenúncio de recessão.
***
No fundo desse pessimismo renitente há uma guerra política inaugurada em 2005 que, quase nove anos depois, continua sacrificando a notícia no altar das disputas partidárias.
É significativa a cobertura, em um jornal econômico relativamente equilibrado,  do discurso de Dilma Rousseff em um evento da CNI (Confederação Nacional da Indústria).
O primeiro parágrafo é dedicado ao discurso de Dilma, à necessidade de uma indústria forte, de não transformar o país em uma mera “economia de serviços”. Em seguida, mencionou programas exitosos, como o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) e ao Ciência Sem Fronteiras.
***
Se Dilma permanecesse no encontro, continua a matéria, iria colher relatos bem diferentes sobre o que mencionou. É entrevistada então a superintendente de uma empresa de eletrodomésticos que diz que os programas são bons, “mas chegaram atrasados”. “O problema é que não temos nenhuma garantia de que o empregado no qual investimos tanto seguirá na companhia", é a reclamação. E sugere a criação  de uma “bolsa emprego”, destinada a premiar o funcionário que permanecer mais tempo na empresa.
O que isso tem a ver com a Pronatec? Nada. É um problema interno da empresa, de gestão de recursos humanos em uma economia aquecida, mas que é utilizado como contraponto ao que parecia ser excesso de otimismo na abertura da matéria.
***
É um entre muitos exemplos do pessimismo militante que recobriu a cobertura econômica da velha mídia nos últimos anos. E que acaba comprometendo a crítica necessária sobre os pontos efetivamente vulneráveis da política econômica e do processo de desenvolvimento brasileiros.
***
Na sexta-feira, a mesma CNI divulgou a pesquisa CNI-Ibope. Os que consideram seu governo bom e ótimo saltaram de 37% para 43% em relação ao último levantamento, de setembro. Desde julho, o crescimento foi de 12 pontos percentuais. O percentual dos que aprovam a maneira de Dilma governar aumentou de 54% para 56%.
É evidente que há muito a melhorar no ambiente e na política econômica. Mas quem está em crise exposta, hoje em dia, é certo tipo de jornalismo que acabou subordinando o senhor fato a disputas políticas menores.
http://jornalggn.com.br/noticia/o-pessimismo-militante-da-velha-midia



Tenho ideologia, tenho partido mas não sou sustentado por ele...

#SOUPT
Por muito tempo  Henrique Pizzolato me ajudou, enquanto esteve no Brasil...
Depois, só a militância, com suas doações mantiveram-me aqui na luta

Como  não recebo dinheiro do meu partido como os blogueiros do PSDB http://goo.gl/aynMJj , e preciso comer, pagar aluguel, pagar a internet...

Se puder me ajudar mais uma vez, fico muito grato...

Qualquer valor já ajuda.

Ajude-nos a continuar desfazendo as falácias dessa mídia golpista.

Você pode fazer isso com deposito de qualquer valor para Marcelo Bancalero Conta CAIXA ECONÔMICA ag. 2196 operação 023 c/c 00004488-3 CPF 125120428-71

Agora quem tiver dificuldade de contribuir com qualquer valor para o blog Xeque-Mate-Noticias pela conta da Caixa Econômica , pode fazer também pelo Bradesco

agencia 2196

c/c 0021181-8-Titular Marcelo Bancalero CPF 125.120.428.71
Obrigado pelo apoio! https://goo.gl/ghJNJz





Quero deixar bem claro os críticos, que minha situação, que me obriga  pedir ajuda, não tem nada haver com questões socias do País. O PT tem cuidado do povo. Minhas escolhas, em defender meu partido e meu país nas redes sociais , é que dificultam  e me atrapalham  em ter um emprego formal.
Esta semana é muito importante para  que eu não fique fora dessa partida de Xadrez onde o rei que temos que proteger é próprio Brasil https://goo.gl/i952HY

License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

SHARE THIS

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido