Magazine do Xeque-Mate

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Cuidado com as falácias e não confiem em urubólogos... A economia vai bem...PT saudações!

Xeque - Marcelo  Bancalero

Cuidado com as falácias e não confiem em urubólogos...
Pois mesmos com os avanços inegáveis do Brasil, eles sempre irão dar noticias negativas...
Na Copa já tivemos noticias de muita gente que deixou de investir e perdeu muito dinheiro por conta de acreditar nas previsões dos urubólogos do PIG (Partido da imprensa golpista) e falácias jogadas como esgoto dentro das casas dos brasileiros.
E quem vai pagar o 'prejuízo' da Copa? (http://migre.me/kUhLT)
Na verdade, o setor de serviços continua avançando com novas empresas (http://migre.me/kUhUv) e a situação só tende a melhorar na economia.
A economia vai bem...PT saudações!
Pior seria se Aécio ganhar e adotar suas medidas econômicas como a Folha divulgou (http://migre.me/kUi7i)
Por isso tenho medo do passado(
Leiam agora os dois artigos que desmentem os urubólogos do PIG,  
e confirmam...
Inflação em queda é pior pesadelo dos tucanos: ANALISTAS PREVEEM INFLAÇÃO ABAIXO DA META;


Inflação em queda é pior pesadelo dos tucanos


Fernando Brito
Não é só com o aeroporto que a cúpula da campanha de Aécio Neves está preocupada.

A continuidade da tendência de queda dos índices de inflação, apesar do terrorismo diário dos jornais (a capa de O Globo, hoje, é um primor), vai eriçando as penas do tucanato.

A queda anunciada pela Fundação Getúlio Vargas - deflação de 0,61% – é o dobro do que os -0,3% previstos pelo “mercado” no último Boletim Focus, uma publicação do Banco Central que se assemelha à cartinha do Santander.

Mais do que a queda, a terceira seguida – assusta o tucanato que tenha continuado a acontecer – o IGP do 2°  decêndio, fechado 10 dias antes, tinha registrado queda de 0,51% – e, sobretudo, que siga firme a queda no índice de preços ao consumidor, que caiu à metade em relação ao mês passado.

É um “terror”, porque a continuidade é que gera a percepção pública de que a alta dos preços “sossegou”, o que é seu mais importante termômetro de avaliação da economia, num quadro de desemprego baixo como o que temos.

Semana que vem, o IBGE divulga o IPCA, que deve ficar em torno de 0,15% e só não vai praticamente “zerar” por conta do brutal reajuste das tarifas elétricas, “cortesia” da Aneel que acredita na “petição de miséria” alardeada pelas geradoras, que choram  os lucros que previam com estiagem.

Uma delas, a Tratecbel, lucrou “apenas” R$ 73 milhões no segundo trimestre porque “guardou” energia para vender na segunda parte do ano, esperando preços mais altos.  É, como se lembram os mais velhos como eu, aquela história do “boi no pasto”.

Boi elétrico, claro.

A essa hora, no alto comissariado tucano para a economia, todas as esperanças se concentram numa mulher.

E claro que não é a Dilma, mas Janet Yellen, chefona do Federal Reserve americano.

Torcem para ela voltar atrás e retirar de uma vez só os estímulos à liquidez (conhecidos como “quantitative easing”) da política monetária americana e provoquem uma corrida – improvável – dos capitais aplicados aqui.

O FMI, sempre porta-voz dos interesses do capital financeiro, voltou com a lenga-lenga dos “cinco frágeis”.

A reação do governo brasileiro à essa história se explica como um recado na base do “não vem que não tem” para o Fundo.

Até porque, agora, no campo financeiro, a aliança dos Brics engrossou nossa voz. ContrapontoPIG

RECUO: ANALISTAS PREVEEM INFLAÇÃO ABAIXO DA META



Por: Equipe Dilma Rousseff - 
Os analistas do mercado financeiro voltaram a reduzir a projeção para a inflação deste ano. Segundo levantamento divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira (04/08), o IPCA, índice oficial dos preços no Brasil, deverá fechar 2014 em 6,39%. Detalhe: é a terceira vez seguida que os especialistas ouvidos pelo BC apontam previsão da inflação mais baixa, o que permite dizer que provavelmente o IPCA de 2014 será ainda menor.
Com isso, o governo Dilma cumprirá mais uma vez a meta de inflação, fixada em 6,5%. Segundo a estimativa dos especialistas, Dilma estará cumprindo a meta em todos os seus quatro anos de gestão. Juntando o governo Lula no cálculo, chega-se a 10 anos seguidos com a inflação dentro da meta. Nunca o país viveu um período tão longo de estabilidade econômica. Para ter uma ideia, a média do IPCA no governo de Fernando Henrique Cardoso chegou a 9,24%, muito acima da média do governo Dilma, que será inferior a 6,16% (considerando no cálculo os 6,39% atualmente previstos para a inflação deste ano).
O controle da inflação tem sido alcançada porque Dilma definiu prioridades e já avisou que não vai transigir com esse tema.





Assista aos vídeos do Canal Quero+Brasil do You Tube https://www.youtube.com/channel/UCAjh8K4pKjKy61_7QMRfC4A  e do Novo Canal não se esqueça de inscrever-se no Canal Politica para apolíticos in Natura   https://www.youtube.com/channel/UCf_uPZjhZCpasbgQtNj910w
E por favor!
Meus dias estão contados aqui...Ainda  mais agora com Canais do You Tube denunciados e perfil do Facebook com deletado Sem condições financeiras, em breve estarei fora da internet!
Preciso de sua ajuda para continuar meu trabalho pois +Quero Mais Brasil

Se como eu você diz aos seus seguidores Quero + Brasil um Brasil de Verdade e Em 2014 Sou Mais Dilmais com postes de Lula pelo Brasil ajude-nos a continuar nossa luta!

Você pode fazer isso com deposito para Marcelo Bancalero Conta CAIXA ECONÔMICA ag. 2196 operação 023 c/c 00004488-3 — com Marcelo Xeque Mate Bancalero.
ou pelo Pag Seguro UOL em pode usar o link do Pag Seguro clicando no botão Doar com Pag Seguro na coluna à direita no blog









License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido