Magazine do Xeque-Mate

domingo, 12 de janeiro de 2014

MP denuncia Perrela (amiguinho do Aécio) por improbidade administrativa... Mas e o Pó?

Xeque - Marcelo Bancalero

Por favor... 
Não vamos permitir que um processinho por improbidade administrativa, que no final,vai acabar dando em nada, seja uma nuvem de fumaça para esconder a nuvem do pó! 
Não permitam que o pó seja varrido para debaixo dos tapetes da justiça!

Leia mais;

Ministério Público denuncia Zezé Perrella e filho por improbidade administrativa


Por:
Matheus Tavares
Repórter Rádio Minas AM/FM
Tamanho do Texto
O Ministério Público entrou ontem (10), com uma Ação Civil Pública contra o Senador Zezé Perrella (PDT) e o filho, o Deputado Estadual Gustavo Perrella (Solidariedade) e três pessoas. Eles são acusados de improbidade administrativa por negócios irregulares entre a empresa Limeira Agropecuária e a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig). A Limeira é suspeita de firmar contratos sem licitação com a Epamig entre 2007 e 2011, para fornecer sementes que seriam utilizadas no programa Minas Sem Fome. Segundo o Ministério Público, o rombo nos cofres estaduais pode chegar R$ 14,5 milhões.
.
Além das irregularidades, a empresa da Família Perrella não poderia fazer negócios com nenhuma órgão público, pois possui entre sócios dois parlamentares. Segundo as investigações, a Epamig fornecia sementes e disponibilizava um técnico para acompanhar a safra da Limeira. A empresa dos Perrellas sediava o terreno para a plantação. O caso começou a ser investigado em 2011, quando o surgiu a suspeita após a compra de uma fazenda em Morada Nova de Minas, na região Centro-Oeste do Estado. O local foi avaliado em R$ 60 milhões e chamou a atenção do Ministério Público. A propriedade pertence à Limeira Agropecuária. Além dos integrantes da família Perrella, os ex-presidentes da Epamig Baldonedo Arthur Napoleão e Antônio Lima Bandeira também foram incluídos na ação. Segundo o Tribunal de Justiça, o processo será encaminhado ao juiz que pode aceitar ou não a denúncia. A empresa e a Epamig negam qualquer tipo de fraude nos contratos. O advogado representante da família Perrella, informou que será indicado um outro advogado para falar sobre o caso.
.A Limeira Agropecuária informou que o referido contrato foi elaborado pela Epamig e que seguiu rigorosamente as exigências e cláusulas estabelecidas.
.A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais disse não ter informação sobre ação nesse sentido. Segundo a Epamig, todos os questionamentos do Ministério Público sobre essa questão já foram devidamente respondidos na forma requerida.
Fonte: CBNFoz


Assista mais sobre o Pò dos Perrellas, (amigos do Aécio)

License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido