Magazine do Xeque-Mate

domingo, 24 de novembro de 2013

Ex-mulher do deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP) “Na hora certa dou uma ajuda para o Zé (José Dirceu) presenciei almoço onde PR, PP e PTB combinaram como colocá-lo em situação frágil”

Xeque - Marcelo Bancalero

Uma vez me perguntaram...
Se os petistas envolvidos no julgamento do mensalão são inocentes, como você explica, e não existem provas contra eles... Como se explica quanto aos demais réus, tantas provas irrefutáveis? Que por isso, por causa destes que cometeram crimes, Dirceu foi condenado pelo tal domínio do fato?

Na verdade o tal do mensalão, foi um esquema muito bem produzido. Os golpistas contavam com dois fatos a seu favor...

Um, era justamente este, que tinha muito ficha suja, na lista de personagens que prepararam para dar início a história.
Outro, era que tinha muita gente, muita mesmo... Gente entre os aliados, entre a oposição e gente dentro do próprio PT, que daria tudo para derrubar José Dirceu...
E para colocar o Rei do PT em Xeque... Valeria à pena sacrificar alguns Peões neste tabuleiro do jogo de poder.
Queriam impedir de qualquer maneira o sucessor natural de Lula de um dia se tornar o presidente.


Então já tinha-se os ingredientes para o bolo do mensalão...Bastava juntar os petistas inocentes a outros que tivessem alguma culpa, e depois só contar  com a generalização, que mídia ajudaria a impulsionar.
Mas como qualquer bom gourmet há de me dar razão... Um prato perfeito, não basta apenas caprichar no sabor... Ter um bom cheiro... Afinal, antes de tudo a apreciação se dá aos os olhos...
Assim, faltava a cobertura final, que seria usada com maestria pelo PIG (Partido da Imprensa Golpista), para seduzir a população. 
Esta cobertura, foi feita como o mágica pelo STF, transformando dinheiro privado em público. Pronto... A mídia colocou o fermento fazendo crescer isso aos olhos do povo e isso era tudo  o que precisavam para emplacar o mentirão na opinião pública.
Uma parte dos muitos PT's que somos, acusava Dirceu de ser o culpado por Lula ter fugido às expectativas do partido.
A grande verdade que eu defendo, é que Lula fez o que deveria ter feito, se influenciado por Dirceu ou não... As alianças, por mais intragáveis que nos são, foram a única maneira de sair do discurso para ação, e assim transformar este país. Defendo isso com unhas e dentes... A física já nos mostra que quanto mais sólido, mais fácil de se quebrar... Essa flexibilidade do PT foi um mal necessário, num momento que o Brasil clamava por socorro. E o PT só pôde ser este salvador, engolindo alguns sapos. Olívio Dutra por exemplo, é um desafeto conhecido de Dirceu... Aliás, existem muitos destes, espalhados em diretórios por todo o país... 
Desde os tempos de Caim e Abel a inveja é um merda! 
Uma coisa vou falar, não retiro o direito de ninguém pensar diferente, pois verdades absolutas não existem... Nem as minhas. Mas quem tem um mínimo de bom senso, e quer o melhor para o partido, faz este debate dentro dos partidos. E não na rede, ou dando entrevistas para mídia como fez Dutra. 
A assertividade mora em outro endereço... 
Respeito a história de Olivio Dutra, como de muitos companheiros que pensam diferente, mas não posso pactuar com quem, em pleno campo de batalha se coloca à favor de nossos adversários. Bati no Tarso Genro quando este deu entrevista dizendo que o mensalão era página virada, dando a entender que deveríamos deixar que nossos companheiros "se virassem" e que o PT não tinha nada com isso. O que Dutra e o Genro na época, não vislumbram, é que o alvo dos golpistas não é Dirceu e nem Genoíno... O alvo é Lula! O alvo é o PT! E se esta hemorragia não for estancada, vai minar as forças do partido! O mal foi feito... O PT não reagiu quando era necessário posicionando-se contra isso. Uma escolha também difícil, pois o país é era outra parte que corria risco. Se foi uma boa escolha... Não cabe agora ficar discutindo isso! Águas passadas não movem moinho... 
Mas deixem Dilma trabalhar, deixe ela cuidar do país, e vamos nós, que acreditamos na inocência de nossos companheiros, fazer a defesa destes. Por que se o PT, aceitar esta absurda condenação de nossos companheiros (como o fez Dutra), estará assumindo que existiu um mensalão. E se assume isso, assume que foi para favorecer alguém... 
Pô, esse alguém era Lula... 
Esse alguém era o PT... 
Ai basta pegaram o tal domínio do fato e iniciarem outro julgamento quando este acabar, para manter a farsa por mais alguns anos até destruírem nosso partido.É uma burrice sem tamanho não defender Dirceu, Genoíno, João Paulo, Delúbio e Pizzolato... 

Agora é hora do PT e seus muitos petistas de todos os tipos , linhas, correntes... Engolirem seus orgulhos, e sair em defesa do partido, de Lula, Dilma e do Brasil. E impedirem essa mancha na história deste legado deixado à nação. 


Vejam agora,  a dica é da amiga Katia Figueira sobre Maria Christina Caldeira, ex-mulher do deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP) que tem enviado mensagens a amigos do PT avisando que ainda tem munição contra o ex-marido.
“Na hora certa dou uma ajuda para o Zé (José Dirceu) presenciei almoço onde PR, PP e PTB combinaram como colocá-lo em situação frágil”, escreveu.
 Leia nas palavras da própria  Maria Christina Mendes Caldeira o que ela presenciou no tal almoço.

Leia mais;
Quem quiser saber o que a Maria Christina Mendes Caldeira presenciou durante um almoço que pode vir a beneficiar José Dirceu, está aqui o relato que ela me enviou.
Existe a absoluta necessidade de se mudar o como se faz política nesse país, todos os que participaram de desvios no setor público tem que responder pelos seus atos. Mas a verdade e os fatos tem que prevalecer sempre inclusive porque sem ela é impossível mudar as coisas. Todo mundo fala em ética mas muito pouca gente tem realmente atitude ética comprovada .
Exatamente como políticos pessoas usam palavras mas não provam em atos as palavras. Quem tem ética tem compromisso com a verdade. E a verdade independe de lados ou partidos, ela depende de fatos.
Sobre o que tanto estão falando nada mais é do que um retrato de como é a lógica da velha política e dos velhos políticos. Essa história aliás já contei diversas vezes para vários amigos inclusive para jornalistas, mas ninguém achou relevante na época. A mim me chocou pois aliados tramarem armadilhas me soa no mínimo estranho, mas a lógica do poder é assim mesmo, estranha para gente normal.
Então era abril ou maio de 2003, eu estava casada com Valdemar e houve um almoço na minha casa aonde estavam presentes : Bispo Rodrigues, Valdemar, Martinez, Zé Múcio, Pedro Correa e Pedro Henry, a pauta era o que aconteceria com os nacos do poder deles caso o PT se alia-se ao PMDB. A discussão era como construir um mecanismo para fragilizar quem defendia a aliança oficial com PMDB, e portanto ter maioria oficial nas votações. Os 3 partidos precisavam achar um jeito de aumentar suas bancadas em número de deputados e ao mesmo tempo fragilizar a posição de quem mais defendia a entrada do PMDB ; Zé Dirceu.
Me lembro de uma frase que um deles disse que tinha ouvido do Zé Dirceu: Não negocio apoio a varejo só de partido a partido. E era isso que trazia o PMDB, um apoio de um grande número de deputados. A negociação era dois ministérios e se me lembro o PMDB tinha pedido o dos transportes que na época estava nas mãos do PL e acho que cidades.
O que os petistas acham que pode ajudar o Zé Dirceu nada mais é do que um relato de como é feita a política no Brasil, infelizmente. Os representantes dos 3 partidos acharam então uma fórmula de aumentar suas bancadas e fragilizar o Zé Dirceu. O se fortalecer era cooptando deputados de outros partidos meio que comprando literalmente o passe, no estilo jogadores de futebol. Isso pode ser comprovado com os números de aumento de bancada nesse período dos 3 partidos. Quanto a fragilizar o Zé Dirceu, deve ser a história dos correios.
Eu não sei o que aconteceu depois que colou o PTB contra o PL, mas na época disseram que era algo pessoal entre Roberto Jefferson e PT pois não queria perder o IRB ( Instituto Reseguros do Brasil) , até faz certo sentido já que o Martinez morreu, o jeito de conduzir com ele e existia uma guerra interna de poder no PTB entre Roberto Jefferson e Zé Mucio.
Enfim isso para dizer que os erros e crimes referentes a angariar recursos, devem ser todos verdadeiros, e desses não sei detalhes, mas o operacional do mensalão ( que na minha opinião era passe de cooptação de deputados e não verba mensal a lá mesada) foi elaborado num almoço na minha casa por essas pessoas citadas. Mais tarde quando fui intimada a depor por Roberto Jefferson, o Barbozinha e Itapuã tentaram me comprar para prejudicar duas pessoas, levando um sonoro Não, mas isso é outra história.
Entendendo esse retrato é mais do que claro que o Brasil precisa urgente de mudanças em COMO se fazer política.
A verdade não tem lados, partidos ou opiniões , ela tem fatos e quando você passa a edita-la, você passa a viver numa mentira. Meu relato não tem lados só fatos .

License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido