Magazine do Xeque-Mate

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Aqui Jaz o Estado Democrático de Direito no Brasil 1988/2013

Xeque - Marcelo Bancalero

Ainda me faltam palavras ainda, para poder de alguma forma externar minha indignação com o que aconteceu no fatídico dia 13 de novembro.

O golpe final foi dado...
Golpe sim!
Não existe outra palavra para o que aconteceu!
Foi  fim do Estado Democrático de Direito no Brasil!
Em mais uma criação suprema pra uma condenação politica...
O STF cumpre o desejo dos  golpistas  e condena à prisão imediata todos os réus deste MENTIRÃO.

Utilizando o supremo pacotão que continha;
Fatiamentos, Ilações ( e elações supremas), Negação do Direito da Ampla Defesa,Teoria de Domínio dos Fatos entre outras bestialidades jurídicas...

E por último...
O tragicômico fatiamento do trânsito em julgado de ontem...

As atitudes de Joaquim Barbosa, a possessão demoníaca de Gilmar Dantas Mendes, e o Barroso indo para o lado negro da Força, falarei depois da sessão de hoje 14/11

Enquanto vou digerindo o golpe, pra poder escrever mais...
Fiquem com o magnífico texto, com requintes de desabafo, o que não poderia ser diferente, da amiga 
Cristiana Castro.

Leia;



Então gente, assim ó. Não entendi PORRA NENHUMA da sessão de hoje.(13/11)


 Como não ouvi a proclamação do resultado, não faço a menor ideia do que saiu daquele caos que foi a sessão de hoje. Não posso nem imaginar, portanto, de onde estão saindo essas notícias de prisão. O que entendi é que na sessão de amanhã, seria proclamado o resultado. Mas, AP 470 é AP 470, e tudo é possível.

De qq forma, toda essa loucura que se instalou na Corte, tem como únicos responsáveis, os próprios magistrados que, com medo da Globo, aceitaram ser tutelados a despeito de todo o ordenamento jurídico. O que se viu hoje, derivou, exclusivamente, do desespero, pressa, ou sei lá o que, em ver os réus presos. Isso não faz o menor sentido e, cada vez que o STF, tenta se livrar da AP 470 com novas loucuras mais se enrola. O que ofereceram hoje a sociedade, foi um pacote, uma cesta, tipo promoção compre 1 e leve 3... foi um festival de loucuras que, no final, nem os advogados estavam entendendo nada e os ministros, bem... esses não estão entendendo nada há muito tempo. Começamos, pois com os segundos embargos de declaração e, de repente, já estavam deliberando acerca dos infringentes para que pudessem atingir o objetivo, ou seja, a prisão imediata.

Deliberaram acerca de infringentes que nem chegaram ainda; JB desrespeitando os advogados - aqui, eu faço uma observação, postura de advogado decente é aquela que foi assumida pelo advogado de JPC, que colocou JB em seu devido lugar - agredindo os pares, acusando o plenário de fazer chicana, um outro ministro de vaidade excessiva... E, tudo isso pq havia prometido prisões no dia 13.

GM, recebeu um caboclo prá lá de estranho que fez declarações que colocaram o plenário numa situação vergonhosa. Acusou os pares de manobrarem para manipular o julgamento da AP 470, ao que JB, prontamente, respondeu declarando que assim que sair do STF vai contar tudo... Podia sair, hoje, para não nos matar de curiosidade. Ora, ministro, JB, todo mundo sabe que quem armou a patranha com a mídia e os PGRs contra os réus, foram ministros da Casa.

Ministro Barroso, me emocionou, quase pedi para prenderem a minha mãe, para o caso de numa eventual condenação, já estar cumprindo pena. Veio mais uma vez com aquela conversa fiada de corrupção na política, leu uma homilia, mas nem uma palavra a respeito do que moveria uma Corte de justiça a agir como essa vem agindo. De graça é que não é, né Ministro? Ele próprio com o seu voto, hoje, ofereceu os réus em sacrifício para poder livrar a cara do STF. Não é bem atitude que quem quer dar lição de moral nos outros.

Ministra R.W., conseguiu a façanha de acompanhar o relator e a divergência... e, putz... foi seguida pelo Fux. Não sei como vão conseguir formar uma maioria ali; cada um votou de um jeito, fazendo uma costura com partes de votos dos outros e, ao final, pareciam onze votos diferentes. E isso tudo por que? Porque alguém encomendou ao STF as prisões antes do trânsito em julgado e para isso, ao invés, de elaborarem uma saída para entregar a encomenda, alterar o conceito de trânsito em julgado e partem para a execução fatiada. Única maneira de entregar as prisões encomendadas, a tempo, de sabe-se lá o que.

Nesse sentido, o troféu técnica vai para o Ministro Teori que consegui uma saída honrosa e nos livrou de ouvir as baboseiras moralistas proferidas pelos ministros da mais alta corte de justiça do país. Aliás, penso que, dessa vez, JB, se meteu com o cara errado, Ministro Teori, não gostou nem um pouco das acusações que JB lhe fez.

Por outro lado, o cara que sabe lidar com as loucuras de JB é MAM, trollou o que pode e o que não pode, o Batman de Pinel...

Ministro Lewandowski, como sempre, impecável, espero que JB não imploda o STF, antes que ele assuma a presidência.

Mas assistindo a sessão de hoje, fico me perguntando se, de fato, alguém está obrigado a cumprir as determinações de uma Corte como essa... Imagine que estamos no Brasil, todo mundo falando português, os caras passam sete horas deliberando acerca da LIBERDADE de cidadãos e nem os advogados e os próprios ministros entendem o que eles mesmos decidiram....

Toda hora era um tal de não foi isso que eu entendi; pelo que eu entendi; não foi isso que eu disse... Ora, diante disso, como é que nós podemos estar vendo a quantidade de notas veiculadas por portais, sites e até nos telejornais, dando conta da prisão dos réus?

O próprio JB, primeiro lançou mão do Requerimento do PGR e, depois, qdo viu que não ia dar, mudou de ideia e o plenário acompanha o relator, na intenção evidente de pinçar o que for melhor para prejudicar os réus???? Todo esse julgamento tem sido assim; rodam todos os códigos, estatutos, regimentos e pinçam o que é mais desfavorável para aplicar contra os réus. Eu nunca vi isso... Vale qq coisa, regimento interno, CP, CC, CPP, CPC, Estatuto do Idoso, ECA, convenção de condomínio... qq coisa para prejudicar os réus. Eu não sei o que estamos procurando mas é certo que estamos bem perto de encontrar e aqui quero deixar expressa a minha vergonha da comunidade jurídica brasileira, por ter se acovardado, se ajoelhado para lamber as botas dos ministros do STF, qdo, desde o início sabiam que estava tudo errado; sabiam que sua omissão criminosa, arrastava o país para o limite do Estado de Direito.

Que venham os bacharéis barrados pela OAB, vamos precisar muito deles pq o cenário que se apresenta é nebuloso e foi forjado com a cumplicidade de toda a comunidade jurídica " autorizada". Talvez, essa seja a explicação para a famosa reserva de mercado promovida nos últimos anos. Alijar do Direito os comprometidos com a Justiça.

A página mais imunda de nossa História, ao que parece, começou a ser escrita hoje, no Supremo Tribunal Federal. que a Corte seja, alvo de todo o desrespeito que merece por parte dos brasileiros.


Cristiana Castro.

License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido