Magazine do Xeque-Mate

domingo, 3 de novembro de 2013

Acorda Brasil e não permita o retrocesso! Tem rato de olho nesse queijo!

Xeque - Marcelo Bancalero

A verdade é uma só...
Com as conquistas deste país nos últimos anos, cabe lembra, graças ao PT com Lula e Dilma...
Tem muito rato de olho no queijo!

De um lado os ratucanos que não parecem oferecer riscos...
De outro uma mídia golpista e interesseira que parece ter escolhido um outro aliado...


Mas é necessário prestar atenção aos acontecimentos dos últimos meses desde as manifestações de junho...
Existem ratos gringos que também querem uma fatia desse queijo de sucesso que se chama Brasil...

E além destes, existe sempre a preocupação de uma ditadura militar retornar, com  o apelo de grupos como os fascistas Balck Blocs...

Por estas e outras caro leitor...
É preciso aprender a ler nas entrelinha...

Se já saqueavam nosso país durante a miséria em que o mantinham... Imagine agora com o  poder financeiro que ele tem?

Não deixem o Brasil parar!

Leia...

Black Blocs no Brasil: Fascismo, alienação ou interesses escusos?
kkkO coletivo Black Bloc, franquia brasileira do grupo homônimo que surgiu em 2011, nas manifestações “Occupy Wall Street” contra o mercado, em meio aos efeitos da crise financeira global de 2008, ganhou notoriedade por essas praças ao comandar os atos mais violentos nas manifestações pela redução das passagens do transporte público em junho deste ano.
Alegando seguir filosofia pregada pelo grupo nos quatro cantos do globo, as páginas do grupo brasileiro nas redes sociais se autodescrevem como anarquistas anticapitalistas que combatem as grandes corporações, um discurso até que atraente na teoria, mas que na prática é contraditado pelos seus atos.
Um exemplo da distância do discurso para a prática é uma foto que se tornou icônica dessa contradição, que mostrava um Black Bloc discursando ao microfone em uma das manifestações passadas, orientando ataques contra concessionárias de carros de outros países, símbolos da opressão contra trabalhadores, segurando em uma das mãos um sanduiche do Mc Donald’s e uma latinha de Coca-Cola.
Incompreensível como um grupo que se diz anticapitalista deixar de fazer manifestações em um evento como o Rock in Rio, onde prejuízos materiais seriam causados apenas a empresários capitalistas para destruir lixeiras e pontos de ônibus, que servem a população em geral.
No entanto, o que mais me intriga é a forma como os Black Blocs vem ignorando os escândalos de corrupção revelados recentemente envolvendo tucanos e demistas no governo e prefeitura de São Paulo. A gente não pode esquecer que Black Blocs protestaram pela prisão de “mensaleiros”. Nenhuma menção também a vergonhosa ação do ex-PGR Roberto Gurgel e o Procurador do MPF-SP Rodrigo de Grandis para engavetar o escândalo dos trens e garantir a impunidade de tucanos.
Na última semana, Com todos esses escândalos acontecendo, os Black Blocs protestavam exibindo uma faixa contra o aumento de IPTU, uma pauta escancaradamente anti-Haddad e anti-PT. Como todos sabem o IPTU em São Paulo será REDUZIDO nas áreas mais pobres, e o reajuste acontecerá em bairros mais nobres, onde os imóveis valorizaram muito nos últimos anos. Os favorecidos mais pobres não importam para os Black Blocs, mas apenas o “coitado” do dono de imóvel de luxo e especuladores imobiliários que se beneficiam do aumento do valor dos seus imóveis mas não querem pagar o imposto equivalente. Não tá batendo esse discurso anticapitalista.
Resta saber se essa falta de coerência é apenas fruto da ignorância política e desinformação causada por uma imprensa desonesta ou estamos diante de mercenários usurpadores do coletivo Black Bloc, pregando fé em um deus e servindo a outro. Nós já temos o exemplo do Egito que mostra que coletivos Black Blocs podem ser capturados por grupos mais reacionários, afinal por trás de máscaras qualquer um pode se fingir de revolucionário.
E também temos muitos avisos do interesse dos EUA e de alguns países europeus em brecar a arrancada brasileira para se tornar uma grande potência, e dinheiro eles têm para financiar agitadores para minar nossa democracia e tentar derrubar governos legitimamente eleitos, colocando no seu lugar representantes mais dóceis aos seus interesses corsários. As táticas que tentam demonizar organizações partidárias (apenas algumas) e as bases da organização política representativa lembram ações típicas do fascismo da metade do século passado.
Ainda tenho dúvidas da existência de um oráculo interessado orientando essa ações para afirmar categoricamente, mas as pulgas atrás da orelha vão se acumulando, ao contrário da esquerda sonhadora que não consegue ver críticas nesses movimentos mesmos que seus erros, seletividades e contradições sejam esfregados em suas caras.



Leia também ;
http://xeque-mate-noticias.blogspot.com.br/2013/06/ex-membro-do-movimento-integralista-faz.html




License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido