Magazine do Xeque-Mate

terça-feira, 12 de novembro de 2013

A falta de criatividade golpistas pra parar o PT chega a Haddad - Antonio Donato pede afastamento do cargo

Xeque - Marcelo Bancalero


Leiam mais;

SP: secretário de Haddad reassumirá cargo de vereador

Antonio Donato pediu afastamento do cargo ao prefeito Fernando Haddad (PT) após as suspeitas de que estaria envolvido em esquema

O secretário de Governo Municipal da prefeitura de São Paulo, Antonio Donato, que pediu afastamento do cargo ao prefeito Fernando Haddad (PT) nesta terça-feira após as suspeitas de que estaria envolvido com os auditores da prefeitura de São Paulo presos por fraude no Imposto Sobre Serviço (ISS), reassumirá seu mandato de vereador na Câmara Municipal. Segundo a assessoria da secretaria, na Câmara Municipal “poderá, com a mais ampla liberdade, se defender de denúncias infundadas atribuídas à quadrilha de servidores municipais que fraudava o ISS”.
Ele foi alvo de uma denúncia feita pela auditora fiscal do município Paula Sayuri Magamati, que era chefe de gabinete da Secretaria de Finanças - ela era subordinada ao auditor Ronilson Bezerra Rodrigues, um dos quatro suspeitos que foram presos por suspeita de envolvimento no esquema. Haddad já havia afirmado que havia suspeita de que ela tivesse participação na fraude e até afastou a auditora do cargo na prefeitura, mesmo depois de o Ministério Público de São Paulo (MP-SP) ter afirmado que Magamati era tratada apenas como testemunha no caso.
Donato afirma que, desde o início da apuração, “colaborou de forma direta com o trabalho conduzido pelo corregedor Mário Vinicius Spinelli, incluindo o cronograma de exonerações dos servidores investigados”. Segundo ele, a Corregedoria Geral do Município (CGM), bandeira da campanha do PT, foi estruturada no âmbito da Secretaria de Governo até obter ela mesmo o status de secretaria, em abril passado.
“Ao identificar uma orquestração por parte dos servidores investigados para envolvê-lo de forma leviana e, assim, atrapalhar o curso das investigações, o secretário comunicou no final da manhã de hoje ao prefeito Fernando Haddad o pedido de afastamento imediato - inclusive para evitar o risco de a quadrilha tentar atingir o governo do PT na cidade de São Paulo e prejudicar o andamento das investigações”, disse a nota divulgada hoje pela assessoria da Secretaria do Governo Municipal.
Haddad mudou de tom nesta terça-feira ao falar sobre a possibilidade de envolvimento de Donato com o esquema. Antes, o prefeito havia defendido o chefe da pasta, afirmando que preferia confiar nas palavras de Donato. Hoje, entretanto, o prefeito disse que a Controladoria Geral do Município tem "carta branca para agir" investigando qualquer funcionário da administração da cidade.

License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido