Magazine do Xeque-Mate

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Se você é blogueiro ou amigo, parente de um precisa ler isso - COMO LIDAR COM A FAMÍLIA E AMIGOS TRABALHANDO COMO BLOGUEIRO

Xeque- Marcelo Bancalero

Agradeço ao meu sobrinho Ricardo do  blog MARKETISITE por ter me passado essa mensagem.
Só quem esteve envolvido em uma campanha  acirrada como a que tivemos nestas eleições,  e ainda com trabalho no preparo das postagens sobre AP470,  em meio a tudo isso administrar vários blogs e redes sociais, correr atrás de patrocínios para manter o blog funcionando, é quem sabe o que significam estas palavras do artigo abaixo.
Quem  teve de suportar minha ausência física, meus filhos, amigos podem confirmar isso.



COMO LIDAR COM A FAMÍLIA E AMIGOS TRABALHANDO COMO BLOGUEIRO

Ser Blogueiro é uma profissão relativamente recente, não é uma profissão comum e é ainda um mito para muitas pessoas. Quando alguém decide ter uma profissão diferente daquelas que são commumente adotadas pela sociedade em geral, encontra alguns contratempos tanto profissionais quanto pessoais, bem diferentes do habitual. Ser blogueiro e fazer disso a sua profissão ainda não é bem entendido por grande parte da sociedade, principalmente por aquela que vive maioritariamente em offline. Praticamente todo mundo usa a internet, tem perfil em redes sociais, comunica, pesquisa, consulta, joga, mas poucos pensam ou sequer se perguntam como todos aqueles conteúdos estão disponíveis, quem os escreveu e porque o terá feito.
Quando alguém decide ser blogueiro e assume essa como a sua profissão, depara-se com algumas curiosidades e outras tantas dificuldades de aceitação por parte da família e dos amigos. Para a família, o normal seria você ter um emprego offline, com horário e vencimento certo no final do mês. Explicar que passar o dia em frente de um computador escrevendo conteúdo e gerindo sites e blogs é uma profissão, é uma tarefa bastante complicada para muitos dos blogueiros, principalmente quando a renda que você consegue no final do mês não tem um valor significativo e você não tem como provar a sua potencialidade. A família pensa que você quer é passar o dia jogando e conversando no chat do Facebook e os amigos acham que você quer iludir sua família de que isso é a sua profissão.
Quando você tem um projeto sólido e os resultados são visíveis, mostrar que você tem uma profissão válida com a qual você consegue viver e ter uma vida desafogada é tarefa fácil, mas até lá, o caminho é longo e se você não consegue o apoio dos que lhe são próximos, esse caminho é bem mais difícil de percorrer.
Todos nós, blogueiros, em algum momento, já vivemos alguma situação mais curiosa pelo fato de assumirmos a nossa profissão. Curiosidade, espanto, admiração, desvalorização, estranheza, são algumas das reações de quem pergunta qual é o seu trabalho.
Quando pela parte da família e dos amigos mais chegados, as reações são positivas, o seu percurso até ao sucesso é bem mais simples pois pode contar com o apoio dos que lhe são próximos e acreditam em você. Agora, quando a família não acredita no seu sucesso, você tem uma jornada mais difícil e sente uma pressão maior para provar que o seu trabalho não é só teoria.
desmotivação
Vejamos então algumas das maiores dificuldades sociais e familiares sentidas por blogueiros:

DESVALORIZAÇÃO FAMILIAR

Esta é uma reação comum de um leigo da internet quando ouve a palavra blogueiro como profissão. Com certeza que você já sentiu o espanto de quem ouve isso e sentiu que a pessoa simplesmente te desvalorizou, ficou inclusive pensando que você é louco. Pois é, se isto acontece na rua, com alguém com quem você não tem uma ligação mais próxima, na verdade quem pode ficar rindo é você, pela ignorância da pessoa. Mas se isto acontece em casa, a situação complica. Principalmente para quem trabalha em casa, esta situação pode ser mais complicada do que parece. Não é fácil você ficar todo o dia em casa tentando trabalhar com seus pais chamando e reclamando porque não acreditam no valor do que você está produzindo. Ou sua esposa ou seu marido achando que você quer é ficar todo o dia no Facebook falando com os amigos. Isso é muito comum e nem sempre acontece no início. Muitas vezes, a família acredita no início, mas por ser uma profissão diferente do comum, ficam bastante impacientes para verem resultados. Como isso demora a acontecer, em dois ou três meses, começam a desacreditar e a reclamar.
A falta de compreensão e reconhecimento da família, é talvez a maior dificuldade porque passam os blogueiros em início de carreira. Quando os lucros demoram a chegar, as críticas pela profissão escolhida aumentam e desmotivam. Muitas vezes você sente uma revolta impotente, porque trabalhou afincadamente muitas horas por dia, estudou, escreveu, produziu e não consegui atingir os seus objetivos e como se a sua frustração não bastasse, você ainda ouve a crítica dos que não conseguem perceber porque isso aconteceu e simplesmente acham que você prevaricou, não se esforçou ou foi improdutivo.
O ideal é você explicar tudo direitinho desde o início. Explicar o que você faz, como faz, as dificuldades que sabe que vai encontrar pelo caminho e o longo tempo que você precisa trabalhar para que a renda seja significativa. Vá dando feedback para a sua família do que vai acontecendo todo o mês e das suas perspetivas para o mês seguinte. Partilhe com eles as suas facilidades, mas também as dificuldades que você vai encontrando todo o dia. Peça compreensão, mas, acima de tudo motivação. Se você acreditar no seu trabalho, será fácil fazer com que acreditem em você também.

DESVALORIZAÇÃO DOS AMIGOS

Para os seus amigos você é o cara que tem a profissão de sonho. Ele acha que você faz o que quer, quando quer, que dorme até tarde, que passa a vida vendo foto de mulher bonita na internet. No fundo no fundo, ele acha bacano, mas ele não acredita que blogueiro é uma profissão enquanto você não consegue mostrar para ele que até consegue uma vida mais desafogada que a dele. Se o apoio desses amigos, não for essencial para o seu bem estar e para o seu sucesso, vá progressivamente mostrando para ele o valor da sua profissão, até ele o admirar e questionar. Vai existir um momento em que ele vai admirar você e vai perguntar o que você faz exatamente.
Ebook Exercícios para blogueiros

DESVALORIZAÇÃO SOCIAL

Por muito que a sua família acredite e saiba que a sua profissão é muito válida. Por muito que os seus amigos já tenham percebido que você vive tranquilo sendo blogueiro, você tem sempre a desvalorização social quando você pronuncia a palavra “blogueiro”. Existe um estigma social difícil de combater. Se você não cursou faculdade, se você não tem horário de trabalho fixo, se você não tem um negócio visível offline, se você fica até altas horas da noite na internet, então você não faz nada! E se você tem dinheiro, então pior ainda, o seu negócio é estranho – Hum, não deve ser coisa legal não! Não deixe que esse estigma o prejudique. Faça o seu trabalho e desvalorize você as opiniões alheias. Elas não vão acrescentar nada ao seu valor enquanto pessoa e enquanto profissional.

A FALTA DE RECONHECIMENTO

A falta de reconhecimento é a consequência da desvalorização. No início, quando um blogueiro precisa arranjar motivação para trabalhar, esta falta de apoio pode influenciar negativamente a suaprodutividade. No entanto, não pode demovê-lo dos seus objetivos. O reconhecimento que um blogueiro efetivamente precisa é aquele que vem de quem está em contato com o seu trabalho – os seus leitores e os seus seguidores. Então, esse reconhecimento tem que ser procurado online. São os seus clientes diretos ou indiretos, os seus leitores, os seus fãs, os seus subscritores, os seus seguidores que podem mostrar para você o que sentem em relação ao seu trabalho. É no seu público que você tem que procurar reconhecimento todos os dias. Esse reconhecimento será sinónimo do seu trabalho e da sua produtividade. Quando a receita começa a ser significativa e o seu trabalho reconhecido e valorizado, será você, com muita tranquilidade e orgulho a desvalorizar todos os que não acreditaram no seu trabalho!

FOQUE-SE NAQUILO QUE VOCÊ GOSTA!

Por fim, a minha mensagem vai no sentido de você focar-se naquilo que sabe fazer melhor do que ninguém, deixar as críticas de lado, e manter-se firme rumo aos seus objetivos. Embora a trilha seja sinuosa, o resultado é muito prazeroso e isso irá ajudá-lo  reconquistar mais facilmente a confiança de todas aquelas pessoas, que por diversas razões, nunca acreditaram que você teria sucesso desse jeito.
Mantenha-se firme!
Abraços!



http://marketisite.blogspot.com.br/2012/10/como-lidar-com-familia-e-amigos.html






License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido