Magazine do Xeque-Mate

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Eleições 2012- Votorantim- Todo homem público tem o dever de dizer a verdade. Vale a pena ler como Erinaldo está tentando enganar a população



Xeque - Marcelo Bancalero




Com sua matreirice de sempre, o candidato a prefeito do PSDB vem com papo de cordeiro na sua primeira manifestação de campanha, por meio de material impresso, mas age como lobo e tenta jogar veneno na população contra o atual governo. Com a fala mansa que lhe é peculiar, ele posa de democrático, fala que quer discutir com seriedade e repeito ao povo e aos adversários. Mas quem tenta enganar o povo não o respeita.
O tucano fala em dizer a verdade. Então vamos aos assuntos por ele elencados.
1.      Ele questiona o quanto custou a “demolição da praça de eventos”. Em parte é verdade, porque praticamente ela foi demolida, pois ela foi reconstruída pelo atual governo, em função dos muitos problemas estruturais que existiam, já que, quando ele reformou a praça, os serviços foram mal feitos ou nem feitos. Agora, quanto aos custos, se se comparar e atualizar o quanto ele gastou quando fez a obra meia-boca, o gasto dele foi maior do que o da reconstrução. Com um detalhe: ele gastou dinheiro da Prefeitura e o atual governo conseguiu verba do governo federal para fazer a obra. Pior, segundo denúncia da época, quem forneceu o piso da reforma do Erinaldo foi a fábrica da qual ele era sócio.
2.      Erinaldo questiona se o trânsito tem solução. Ora, a cidade inteira está vendo as obras do atual governo para melhorar o sistema viário, desde a implantação do maior programa de pavimentação da história da cidade, como a melhoria da sinalização, com semáforos inteligentes, criação da guarda municipal, que está atuando no setor. O tucano mais uma vez quer tapar o sol com a peneira, pois sabe que o problema de trânsito está afetando todas as médias e grandes cidades, entre elas as governadas por prefeitos do seu partido, como Sorocaba, por exemplo. Isso porque, graças ao governo Lula, muito mais gente pode hoje comprar carro, pois houve melhora das condições de vida de milhões de brasileiros. Será que Erinaldo acha que os mais humildes não podem ter carro?
3.      O tucano também pergunta por que é difícil abrir uma empresa em Votorantim. Ele deve estar pensando que ainda está vivendo na época em que era prefeito. Naquele tempo, ele doou áreas para várias empresas se instalarem na cidade. Nenhuma vingou e o exemplo mais claro é o da Sano, cujo prédio virou um elefante branco, enfeando a principal entrada da cidade e numa região nobre, além de ser um grave passivo ambiental para Votorantim. Se fosse como Erinaldo diz, este governo não teria atraído o Shopping Iguatemi, o hotel Blue Tree, a distribuidora da Toyota e a Gênix (maior fabricante de cápsulas de medicamentos do País), entre outras empresas, para Votorantim, gerando milhares de empregos na cidade. Contra fato não há argumento, não é?
4.      Ele fala da terceirização de serviços da Prefeitura, mas aí mostra que está ultrapassado – bem, compreensível para quem foi prefeito 20 anos atrás - e é incoerente com as teses de seu partido. Se há administrações neste País que efetivaram mais terceirizações de serviços públicos, sem dúvida são as tucanas. Erinaldo devia fazer uma visita à Prefeitura de Sorocaba e ver quantos serviços de lá são terceirizados, incluindo parte da frota e a coleta de lixo. Talvez assim não passaria vexame de tocar no assunto. Não se pode terceirizar tudo, mas, em muitos casos, ela é vantajosa para o serviço público e traz economia aos cofres municipais. Este é o caso da frota de veículos, cuja foto ele mostra em seu material. Sendo professor, ele deveria saber que, antes de sustentar uma tese, é preciso estudar o assunto para afirmar algo. Quando você terceiriza a frota, a empresa contratada é responsável pela manutenção, troca de peças e, quando um carro tem problemas, ela tem que substituir imediatamente. Erinaldo precisa se atualizar ou tomar aulas com seus líderes tucanos. Sem exageros. É terceirizar, não privatizar, como andaram fazendo com o patrimônio dos brasileiros.
5.      E é justamente a privatização o outro tema do material do ex-prefeito. Ele fala do Saae. Como bom tucano, ele deveria saber a diferença entre privatizar, que é vender um patrimônio público, e fazer concessão, que é o que foi feito com o Saae, que, para informação dele, continua a existir, agora com função específica de cuidar de resíduos sólidos. Devido ao excepcional crescimento que Votorantim vem tendo nos últimos anos – bem depois que ele deixou de ser prefeito -, as demandas do setor de saneamento (água e esgoto) precisam ser sanadas o mais rápido possível, o que o Saae não conseguiria fazer, devido a sua relativamente baixa capacidade de investimento. A concessionária, além de baixar a tarifa, fará os investimentos de forma mais rápida, garantindo assim que Votorantim possa continuar se desenvolvendo, atraindo novos investimentos empresarias e gerando emprego e renda para os cidadãos. Além de ser incoerente com o que pensa seu partido, Erinaldo talvez preferisse que a cidade continuasse como era no seu tempo de prefeito, sem crescimento e sem oportunidades de empregos para a população. Ou será que é só por causa da eleição?
6.      Erinaldo parece que está morando em outra cidade. Ele pergunta se os bairros não merecem uma atenção melhor. Se ele, agora na campanha, andar pela cidade, certamente vai constatar que não há uma só região que não tenha recebido benefícios do atual governo. Mais do que simplesmente fazer obras, o atual governo as faz com qualidade. Exemplo é das praças, que, além de reforma, recebem iluminação mais moderna, equipamentos para atividades físicas, como academia ao ar livre, e de lazer. Quando asfalta uma rua, esta recebe sistema de drenagem. E por aí vai. Já nos tempos do Erinaldo...
7.      Por fim, o ex-prefeito questiona a saúde. Bem, nessa área basta uma comparação: quantas crianças morriam antes de completar um ano na época dele e quantas são agora? O atual governo baixou em 31% a mortalidade infantil e em 51% a gravidez na adolescência.  Esta administração vem realizando obras de reformas e ampliações em todas as unidades de saúde da cidade, aumentando o atendimento à população – foram cerca de 142 mil só no primeiro semestre deste ano – e criando novos e ampliando programas e ações para atender os cidadãos. Para se ter ideia, o atual governo investe 32% do orçamento na saúde, quando a lei determina apenas 15%. O foco dos serviços é a prevenção, para que a secretaria municipal seja de fato da saúde e não da doença, como foi em épocas passadas. Mas isso tem gente que também tem que se atualizar para aprender. Se tivesse aprendido quando prefeito, Erinaldo não teria perdido o Pronto Socorro Municipal, que funcionava no Hospital Santo Antonio.
E a população que se prepare, pois, para alguns, em campanha eleitoral vale tudo, até apelar para inverdades e distorções da realidade. Bem, papel aceita tudo...

License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido